Tamanho do texto

Estreia profissional do meio-campista aconteceu em 1998, com a camisa do Grêmio. 13 anos depois ele está de volta ao Brasil

null Ronaldinho Gaúcho surgiu no Grêmio em 1998 como grande promessa do futebol brasileiro. Logo de cara, um ano depois de sua estreia com a camisa do time gaúcho, o meio-campista já brilhava pela seleção brasilera, que, na época, era comandada por Vanderlei Luxemburgo.

O sucesso foi tão grande em campos nacionais que em 2001 ele deixou a equipe gaúcha rumo ao futebol francês, onde mostrou seu talento pelo Paris Saint-Germain.

Com a camisa da seleção brasileira, o craque foi chamado por Luís Felipe Scolari para integrar a equipe na Copa de 2002. Ao lado de Rivaldo e Ronaldo, Ronaldinho foi um dos principais nomes da campanha do pentacampeonato.

Encantado com o futebol do Gaúcho, o Barcelona tirou o atleta do PSG em 2003. O meia vestiu a camisa do clube catalão até 2008. Nesse período, viveu a melhor fase da sua carreira, conquistando o prêmio de melhor jogador do mundo pela Fifa por duas vezes - 2004 e 2005. Porém, veio o fracasso com a seleção em 2006, na Copa do Mundo da Alemanha, quando o time comandado por Parreira caiu nas quartas de final para a França.

Em 2008, já no Milan, Ronaldinho começou a viver uma fase decadente, sendo muito criticado no time que levou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, e ficando de fora da convocação do técnico Dunga para Copa do Mundo de 2010.

Em janeiro de 2011, após uma longa novela, o jogador acertou sua transferência para o Flamengo, que venceu as concorrências de Palmeiras e Grêmio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.