Tamanho do texto

Levantamento coloca time do Palestra Itália só à frente dos que caíram para a Série B em 2011

Mesmo sendo só o vice-campeão do Campeonato Brasileiro, o Vasco é o time da Série A que mais se valorizou nesta temporada após o termino dos jogos considerando o preço de seus atletas. O levantamento feito pela Pluri Consultoria indica que o time do Rio de Janeiro conseguiu 23,3% de valorização, subindo seu valor de aproximadamente R$ 127 milhões para cerca de R$ 157 milhões. O Corinthians , que foi campeão, teve uma valorização de 16,8%.

O Palmeiras é o lanterninha dos que ficaram na elite para o ano que vem, com aproveitamento crescendo apenas 0,4%. Só os rebaixados Avaí, América-MG, Ceará e Atlético-PR tiveram uma valorização pior.

Confira o gráfico de valorização. Passe o mouse para ajudar na identificação

Valorização dos times em %

Levantamento mostra Vasco como melhor time da Série A. Passe o mouse para ajudar na identificação dos times

Gerando gráfico...
Pluri Consultoria

Segundo o relatório assinado pelo especialista Fernando Pinto Ferreira, “a valorização do elenco está diretamente ligada à revelação de jogadores e às boas práticas de gestão. A prática de fazer equipes galácticas para ver depois como paga está cada vez mais em baixa. A arte está em formar uma equipe que consiga ser competitiva, combine juventude e experiência, crie ídolos e que atraiam o interesse do público, sem pressionar as contas do clube”.

Considerando todos os times do país, a Portuguesa, campeã da Série B, merece o destaque por ter uma valorização de 26,7%, saindo de R$ 38,5 milhões para R$ 48,8 milhões. Os nomes que colaboraram para que siso acontecesse, segundo o estudo, são os de Guilherme, Henrique, Marco Antônio e Mateus, todos com no máximo 27 anos.

Confira os valores em milhões de cada time e os jogadores que mais se valorizaram:

Time Valor inicial Valor pós BR-11 Valorização Destaques em valorização

Santos

R$ 311,9

R$ 337,5

R$ 25,6 Neymar e Danilo

São Paulo

R$ 211 R$ 220,2 R$ 9,2 Lucas, Casemiro e Henrique

Internacional

R$ 165,4 R$ 193,1 R$ 27,7 Leandro Damião e Oscar

Corinthians

R$ 144,1 R$ 168,3 R$ 24,2 Paulinho, Ralf, Willian, Castán e F. Santos

Vasco

R$ 127,2 R$ 156,8 R$ 29,6 Allan, Dedé, Rômulo, Bernardo, Fágner e Felipe Bastos

Flamengo

R$ 142,2 R$ 145,8 R$ 3,6 Diego Maurício

Fluminense

R$ 131,5 R$ 138,4 R$ 6,9 Fred e Mariano

Grêmio

R$ 131,2 R$ 136,7 R$ 5,5 Mário Fernandes

Atlético-MG

R$ 112,3 R$ 115,4 R$ 3,1 Bernard e Neto Berola

Botafogo

R$ 105,6 R$ 110,9 R$ 5,3 Bruno Cortês e Elkesson

Palmeiras

R$ 104,7 R$ 105,2 R$ 0,5 Luan e Cicinho

Cruzeiro

R$ 99,4 R$ 100,6 R$ 1,2 Montillo

Coritiba

R$ 72,4 R$ 76,7 R$ 4,3 Lucas Mendes, Jonas e William

Atlético-PR

R$ 58,3 R$ 55,9 R$ - 2,4 Deivid

Bahia

R$ 50,2 R$ 50,7 R$ 0,5 Lomba, Paulo Miranda e Ávine

Portuguesa

R$ 38,5 R$ 48,8 R$ 10,3 Guilherme, Henrique, Marco Antônio e Mateus

Figueirense

R$ 38,5 R$ 46,1 R$ 7,6 Wellington Nem, Juninho e Bruno

Ceará

R$ 41,1 R$ 40,1 R$ - 1 Osvaldo

Atlético-GO

R$ 37,1 R$ 39,0 R$ 1,9 Vitor Júnior, Juninho e Thiago Feltri

Ponte Preta

R$ 37,1 R$ 38,7 R$ 1,6 Ricardo de Jesus, Lúcio Flávio, Renatinho e Renato Cajá

Avaí

R$ 34,9 R$ 33,7 R$ - 1,2 William

Sport

R$ 29,6 R$ 31,3 R$ 1,7 Willians e Bruno Mineiro

Náutico

R$ 28,7 R$ 30,1 R$ 1,4 Kieza

Vitória

R$ 25,6 R$ 26,5 R$ 0,9 Marquinhos

América-MG

R$ 24,4 R$ 23,4 R$ - 1 Kempes


No total, o Santos, com nomes como Neymar e Paulo Henrique Ganso, é o líder, com um valor estimado de R$ 337,5 milhões. O São Paulo, com destaque para Lucas, Casemiro e Henrique, acabou o Brasileirão com um elenco estimado em R$ 220,2 milhões. O Internacional completa o pódio com R$ 193,1 milhões.

Oscar chegou sem custos ao inter e foi muito valorizado
AE
Oscar chegou sem custos ao inter e foi muito valorizado

O Palmeiras, que trava disputa para continuar entre os mais fortes do país e não ganha um campeonato de expressão desde 1999, teve uma valorização em porcentagem menor do que a de times de pouca notabilidade no cenário nacional, como o Atlético-GO, por exemplo. Até mesmo os quase rebaixados Cruzeiro e Atlético-MG puderam comemorar uma valorização mais alta. O Vitória, que nem subiu da Série B para a elite, também cresceu em 3,7%.

Segundo o estudo, o Palmeiras teve sua valorização concentrada em Luan e em Cicinho. O arquirrival Corinthians, como exemplo, poderá lucrar com as valorizações de Paulinho, Ralf, Willian, Leandro Castán e Fábio Santos. A Ponte Preta, que valorizou quase 6%, tem outro bom número de jogadores, com Ricardo de Jesus, Lúcio Flávio, Renatinho e Renato Cajá.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.