Tamanho do texto

Técnico foi denunciado por reclamar da arbitragem depois da derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR, em Volta Redonda

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860472260&_c_=MiGComponente_C

Além de pensar em arrumar o time do Flamengo para enfrentar o Guarani, sábado, às 19h30, no Engenhão, o técnico Vanderlei Luxemburgo ainda vai enfrentar o banco dos réus do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) na segunda-feira. Ele foi denunciado por reclamação contra a arbitragem na derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR, em Volta Redonda, e pode pegar até seis jogos de suspensão.

Na súmula do jogo, o árbitro José Henrique de Carvalho acusou Vanderlei ter dito ao fim da partida: "Você foi uma decepção..., você deu apenas três minutos de acréscimo". O treinador foi enquadrado no artigo 258 (assumir conduta contrária à disciplina ou ética desportiva) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Caso seja considerado culpado, pode ficar fora dos dois últimos jogos do Flamengo no Brasileiro.

Vanderlei tem sete denúncias em sua ficha disciplinar. Ele chegou a pegar 30 dias de suspensão em duas ocasiões e 20 em outra, além de ter sido multado em R$ 270. Na última vez em que esteve no STJD, em 2008, quando respondeu ao artigo 274 (Invadir local destinado à equipe de arbitragem, ou à partida, durante sua realização) do CBJD, foi absolvido.

O Flamengo tem 40 pontos e luta contra a queda para a Série B. O Guarani, seu adversário de sábado, soma 37 e está na zona de rebaixamento, faltando apenas três rodadas para o fim da competição.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.