Tamanho do texto

Técnico não quis falar sobre possível incentivo ao América-MG e acredita no profissionalismo

Muito tem se falado em Minas Gerais sobre uma possível "mala branca" do Cruzeiro para incentivar o América-MG na partida contra o Atlético-PR , em Uberlândia. Uma vitória americana ajudaria o time celeste na luta contra o rebaixamento, já que os paranaenses são concorrentes diretos. Entretanto, o técnico Vágner Mancini afirmou que nunca viu "mala branca" no futebol e acredita no profissionalismo do América-MG.

Cruzeiro é o 16º colocado no Brasileirão. Veja a classificação completa

Vágner Mancini foi perguntado sobre a possível "mala branca" da diretoria do Cruzeiro para o América-MG e preferiu não tocar no assunto. "Não vou falar sobre isso. Há dois anos atrás falei sobre isso e fui chamado para depor. Tenho dito que o mais importante é não associar nada a dinheiro. Temos carreira, imagem de cada um. Que todos consigamos passar sempre a verdade, aquilo que acontece em campo seja passado com transparência ao torcedor", disse o técnico cruzeirense.

Leia também: Cruzeiro tem um time de pendurados na reta final do Brasileirão

Mancini disse que, desde os tempos em que era jogador de futebol até a carreira como técnico, nunca viu nada nesse sentido. "Fico chateado quando vejo um email que circula dizendo que na Copa de 1998 o Brasil teria entregado para a França. Isso não existe. Aqui tem um cara que está há 29 anos no futebol. Nunca vi e nunca participei disso. As coisas são passadas de uma forma que não é verdadeira. Não há dinheiro que pague a permanência do nosso time na Série A", ressaltou Vágner Mancini.

Por fim, Mancini acredita no América-MG contra o Atlético-PR. "Torcer para que eles vençam o jogo, o que seria interessante para nós. O América, pelo que mostrou nas mãos do Givanildo (Oliveira, técnico), pode vencer qualquer time. È possível que isso aconteça", concluiu.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a possível "mala branca"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.