Tamanho do texto

Clube suíço foi excluído de torneio por utilizar jogadores irregulares, mas ainda pode recorrer de decisão

selo

A Uefa anunciou nesta sexta-feira a exclusão do Sion da Liga Europa pela utilização de jogadores irregulares. Assim, o Celtic, que havia sido eliminado pelo time suíço da competição, está de volta ao torneio. O Sion, porém, ainda pode recorrer da decisão da Uefa, mantendo a incerteza sobre os participantes da fase de grupos da Liga Europa, marcada para começar em 15 de setembro.

O Celtic entrou com recurso na Uefa alegando que o Sion havia escalado cinco jogadores irregulares, contratados fora do período de transferências internacionais. A associação europeia aceitou o argumento do time de Glasgow, eliminou o time suíço e recolocou a equipe escocesa na competição.

Além de recorrer na Uefa, o Sion pode acionar a Corte Arbitral do Esporte para reverter a punição. Nos playoffs da Liga Europa, o time suíço derrotou o Celtic por 3 a 1 no placar agregado das duas partidas. Com a decisão, a equipe escocesa entrou no Grupo I da Liga Europa, que também conta com Atlético de Madrid, Udinese e Rennes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.