Tamanho do texto

22 pessoas estão detidas esperando julgamento por manipulação de resultados no futebol do país

Um tribunal turco acusou formalmente nesta quinta-feira 15 suspeitos de terem participado de um esquema para manipular partidas envolvendo o campeão nacional Fenerbahçe (time do meia Alex, ex- Palmeiras e Cruzeiro ) e também emitiu uma mandado de prisão para o presidente da equipe, informou a agência de notícias oficial da Turquia.

O serviço noticioso estatal "Anatolia" disse que o tribunal de Istambul acusou 15 suspeitos, incluindo dois dirigentes do Fenerbahçe, Sekip Mosturoglu e Ilhan Eksioglu, aumentando a 22 o número de pessoas que esperam na prisão para ser julgadas.

A corte também emitiu uma mandado para o presidente do Fenerbahce, Aziz Yildirim, depois se ser submetido a uma revisão cardiológica. Também entre os suspeitos estão Bulent Uygun, diretor-técnico do Eskisehirspor, e Mecnun Odyakmaz, presidente do Sivasspor, juntamente com vários jogadores. O tribunal liberou cinco suspeitos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.