Tamanho do texto

Treinador elogiou a melhora na criação com Valdivia e Daniel Carvalho no time, mas se preocupa coma defesa

selo

A torcida aprovou a presença dos meias Valdivia e Daniel Carvalho juntos, na vitória do Palmeiras sobre a Ponte Preta , no sábado, mas Luiz Felipe Scolari já avisou que a dupla será titular em poucos jogos. Nem mesmo no clássico do próximo domingo, contra o Corinthians .

Deixe sua mensagem e comente a notícia com outros torcedores

Para Felipão, o time ganha em qualidade no meio-campo e no ataque com os dois meias, mas perde na marcação. "Marcar não é a característica deles. É difícil pedir pra eles acompanharem lateral", exemplificou o técnico, que também lamentou a queda de rendimento na segunda etapa. "Tomamos um gol de bola parada que não é normal. No primeiro tempo o time estava bem posicionado e, no fim, desorganizou um pouco".

De acordo com o treinador, o mais interessante da partida de sábado, além dos três pontos, foi observar como o Palmeiras joga com Daniel e o chileno juntos. "A qualidade técnica deles nunca é discutível. A questão é o posicionamento quando não temos a bola, e isso tem de ser acrescentado a um ou outro. Só com o trabalho e em determinados jogos é que podemos atuar dessa forma. Em outros, nem pensar", declarou. "Eu vou compor o time com o que achar interessante para aquele jogo. Dependendo do posicionamento do adversário, tenho de ter estrutura para suportar a pressão".

Leia mais:  Juninho ajuda Palmeiras e festeja “gol mais bonito da carreira”

Valdivia, porém, aprovou o novo formato do ataque alviverde, com Barcos e Daniel Carvalho. "Esse trio foi bem. No começo atropelamos a Ponte e depois sofremos porque não finalizamos bem ao gol", afirmou o chileno.

RECLAMAÇÃO

Felipão não gostou nada da arbitragem de Flávio Rodrigues de Souza, mas resolveu manter-se calado para não sofrer possíveis punições. E aproveitou para fazer uma ameaça, prometendo uma revelação sobre o assunto. "É uma situação para o César Sampaio (gerente de futebol) conversar de novo para ver o que acontece", comentou sobre o jogo, lembrando que o dirigente já havia protestado na Federação contra o juiz do clássico contra o São Paulo. "E daqui a alguns dias vou ter uma história boa pra contar pra vocês. Vai ser uma bombinha, esperem pra ver".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.