Tamanho do texto

Com corintianos espalhados pelo estádio catarinense, confusão começa antes de a bola rolar

Policial leva pelo pescoço torcedor corintiano preso nas tribunas do Orlando Scarpelli
Bruno Winckler
Policial leva pelo pescoço torcedor corintiano preso nas tribunas do Orlando Scarpelli
O clima de paz que imperou nas imediações do estádio Orlando Scarpelli antes de Figueirense e Corinhians iniciarem a partida ficou hostil e perigoso à medida que o estádio começou a ficar cheio. Com corintianos "infiltrados" entre os locais, bastou um mal-entendido acontecer para que uma cena absurda acontecesse. Um corintiano não identificado, no meio das numeradas do Figueirense, pulou a grade do setor B para as numeradas, provocou rivais e foi cercado por cerca de 10 torcedores do Figueirense. Ele foi agredido e a polícia precisou intervir.

A confusão foi logo contordada e a polícia levou o corintiano para o departamento de Justiça Presente, um juizado especial que julga incidentes ocorridos dentro do estádio.

Para tentar contornar mais incidentes pela presença dos corintianos no setor dos mandantes, a Polícia Militar abriu a os portões do setor E, destinado aos visitante para os corintianos dos setores A, B, C e D. O espaço já estava super lotado antes de a bola rolar.

Torcedores do Corinthians, sem camisa, fazem barulho no setor destinado à torcida do Figueirense. Torcedor agredido estava entre eles
Bruno Winckler
Torcedores do Corinthians, sem camisa, fazem barulho no setor destinado à torcida do Figueirense. Torcedor agredido estava entre eles

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.