Tamanho do texto

Estrutura defasada da equipe do interior paulista seria uma das principais causas das seguidas contusões

Contratado na última quinta-feira, o técnico Toninho Cecílio estreou no Americana com derrota por 2 a 0 para o Paulista, no último domingo. O resultado negativo, somado à campanha recente de Edinho Nazareth, ex-comandante do time, fez com que a equipe alcançasse a sua quarta derrota consecutiva no Campeonato Paulista. Para o recém-chegado treinador da equipe, muito dessa má fase se deve a uma sequência de lesões entre os jogadores.

"Eu cheguei agora no clube e ainda preciso conhecer um pouco mais o elenco, mas o que eu pude constatar é que a equipe vive um bom ambiente, mesmo com estas derrotas. Para mim, o principal fator para a nossa queda foram as lesões de alguns jogadores importantes como o Charles, o Gercimar e o Kássio, que saiu machucado no último jogo. Esse problema já existe desde a época do Edinho", lembrou o treinador.

Um fato que pode estar atrapalhando a preparação física dos jogadores é o estado ruim dos gramados dos campos de treinamento que o Americana vem utilizando. Após pedir demissão do clube, Edinho Nazareth já havia criticado a estrutura do clube, que ainda não possui um local apropriado para a prática esportiva e, por isso, vem trabalhando em campos da Prefeitura de Americana e de algumas empresas privadas.

Com a queda nas últimas rodadas do Estadual o Americana caiu para a nona posição na tabela, já a quatro pontos do Oeste, oitavo colocado. Na busca pela recuperação, a equipe terá dois jogos difíceis na sequência do Paulistão, contra o Corinthians, neste domingo, e contra o Mirassol, no dia 23, ambos fora de casa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.