Tamanho do texto

Corinthians venceu o Mirassol com um gol aos 43 minutos do segundo tempo. Técnico afirma que já esperava pela vitória

Ainda em recuperação de uma cirurgia para corrigir uma hérnia inguinal, Tite contrariou as recomendações dos médicos neste sábado, no Pacaembu. Permaneceu muito tempo em pé, andou de um lado a outro em sua área técnica e não se conteve de nervosismo. Não era para menos: o Corinthians só conseguiu sacramentar a virada por 2 a 1 sobre o Mirassol aos 43 minutos do segundo tempo, após alterações ousadas do comandante.

Leia também: Corinthians sofre para estrear com vitória no Paulistão

"Tinha dado um puxão de orelhas antes mesmo do jogo, na palestra. Os atletas têm consciência de que não sou arrogante nem prepotente. Por isso, posso dizer que eu já sabia", comentou Tite, repetindo algumas vezes que havia previsto as dificuldades deste final de semana. "O Mirassol vem treinando há bastante tempo, ao contrário da gente. Baixamos a guarda inconscientemente depois de um título, além de precisarmos nos adaptar ao Campeonato Paulista após o Brasileiro. Alertei o time para tudo isso."

Veja ainda: Alessandro assume falha e ganha apoio de Tite para se recuperar

Para resolver esses problemas, Tite precisou entrar em ação no decorrer do jogo. O atacante Jorge Henrique substituiu Willian no intervalo e virou lateral direito a partir da saída de Alessandro (que era vaiado) para a entrada do meia Danilo. Com o recém-contratado Elton na vaga do zagueiro Paulo André, o Corinthians ficou ainda mais exposto aos contra-ataques do Mirassol.

E mais: Alex se sente "iluminado" após arrancada decisiva para a vitória

"O grande desafio de um técnico é saber enxergar o jogo, ver o ponto forte do adversário e o que se pode explorar na partida", orgulhou-se Tite, dividindo os méritos com os seus comandados. "Não me sinto bem isoladamente. Pelo tempo que trabalho com os atletas, eles têm a confiança e a compreensão de fazer outras funções. Jorge Henrique, Danilo, Ralf, Elton e outros precisam ser enaltecidos. Foram eles que executaram o que pedi", reconheceu.

Confira a classificação do Campeonato Paulista 2012

Tite ainda lembrou que não foram as suas primeiras improvisações pelo Corinthians. "No ano passado, o Jorge Henrique entrou como lateral contra o Atlético-MG e contribuiu. O Ralf jogou de zagueiro contra o Avaí. Como tenho tempo de clube, aprendi o que cada um pode fazer. Um técnico que está há muito tempo em uma equipe talvez não acerte mais, mas certamente erra menos", analisou.

O treinador não falou apenas sobre os acertos e erros de seu time no Pacaembu. "O Mirassol tem uma equipe muito bem treinada. Eles não rifam a bola, articulam jogadas com consciência e contam com laterais de qualidade. Sei disso porque o Márcio Careca foi meu jogador. Souberam explorar tudo isso no primeiro tempo, quando foram superiores", concluiu Tite.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.