Tamanho do texto

Al-Wasl, dos Emirados Árabes Unidos, anunciou contrato de dois anos com astro argentino, que não trabalhava desde a Copa de 2010

selo

Getty Images
Último trabalho de Maradona como técnico foi com a seleção argentina, na Copa do Mundo de 2010
Diego Maradona foi confirmado oficialmente nesta segunda-feira como novo técnico do Al-Wasl, time de Dubai, dos Emirados Árabes Unidos, que firmou um contrato de dois anos com o astro argentino. O ex-jogador não trabalhava como treinador desde quando dirigiu a Argentina na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, onde o seu país foi eliminado pela Alemanha nas quartas de final.

Maradona irá assumir o comando do time em setembro, quando será aberta uma nova temporada no futebol árabe. A contratação do técnico foi celebrada pelo Al-Wasl, que aposta no sucesso do novo comandante.

"Al-Wasl Sports Club se tornou sinônimo de realizações deste calibre, e nós estamos muito satisfeitos de receber Maradona para uma longa lista de glórias na história do clube", afirmou Marwan Bin Bayat, vice-presidente do Al-Wasl, por meio de um comunicado.

Maradona visitou o centro de treinamento do clube árabe no sábado e vinha negociando com o clube há vários dias. Os dirigentes do Al-Wasl não quiseram revelar detalhes do contrato e disseram apenas que o ex-jogador assinou compromisso de dois anos com o time para levá-lo a "um novo nível".

Al-Wasl é atualmente o quarto colocado do Campeonato Árabe, que termina no próximo mês, e vinha procurando por um novo treinador desde a saída de Sergio Farias do comando em março passado.

O clube também disse que Maradona deixou os Emirados Árabes e não pôde ser contactado para fazer comentários sobre o novo desafio de sua carreira. Ele é esperado de volta em Dubai no próximo mês.

Além de ter comandado a seleção argentina, pela qual foi campeão mundial como jogador em 1986, Maradona dirigiu outros times de pouca expressão no futebol, como os argentinos Deportivo Mandiyu, em 1994, e Racing Club, em 1995. Antes de aceitar a proposta do Al-Wasl, ele chegou a ser especulado como possível técnico do Irã e da Ucrânia e dos clubes ingleses Blackburn e Fulham.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.