Tamanho do texto

Goleiro espera fim do jejum de cinco jogos sem vitórias contra os europeus, com três derrotas e dois empates no período

Convocado pelo técnico Mano Menezes para o amistoso entre a seleção brasileira e a França, quarta-feira, no Stade de France, em Saint-Denis, o goleiro Neto revelou que a partida será especial para ele. O ex-jogador do Atlético-PR ainda carrega o desejo de vingar a derrota na final da Copa do Mundo de 1998, quando tinha apenas oito anos.

"Eu já gostava muito de futebol, naquela época, e tive a oportunidade de ver o Taffarel, que foi um goleiro no qual eu me espelhei e que sempre foi um grande ídolo para mim. Lembro que assisti ao jogo com a minha família e ninguém conseguia explicar. Eu chorei muito aquela derrota", afirmou.

Neto espera que o Brasil encerre o jejum de cinco jogos sem vitórias contra a França, com três derrotas e dois empates nesse período. O último triunfo aconteceu em um amistoso disputado em 1992. "Agora, teremos a chance de escrever uma nova história contra a França e acabar com esse tabu", comentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.