Tamanho do texto

Com a derrota no Recife, time de Campinas perdeu a chance de voltar à lideranã isolada da Série B

Na noite deste sábado, o Sport garantiu a vitória por 3 a 1 sobre a perigosa Ponte Preta, na Ilha do Retiro. Com direito a gol contra e penalidade máxima, não faltou emoção aos torcedores que acompanharam a partida no Recife.

Com o triunfo, o Sport chegou aos 14 pontos. Já a Ponte Preta, que não perdia desde a segunda rodada da Série B, estacionou nos 20 pontos, dividindo a liderança com a Portuguesa. Na próxima rodada, os pernambucanos encaram o Bragantino, no Nabi Abi Chedid, e a Ponte tem o clássico contra o Guarani, em casa.

O jogo

O Sport tentou mandar desde o início na Ilha do Retiro e a Ponte Preta fez questão de mostrar toda a educação de um bom visitante logo aos 40 segundos de jogo. Em um cruzamento na área, o zagueiro Wellington tinha muitos lugares para chutar e fazer o corte, porém acertou seu companheiro Leandro Silva e bola correu para o fundo das redes. O Sport saía na frente com menos de um minuto de jogo.

O Sport não quis saber de relaxar e preferiu buscar o segundo gol. Dominando a Ponte com boas jogadas de Marcelinho Paraíba e Bruno Recife, o time quase ampliou e levou um resultado ainda melhor para os vestiários, mas quem saiu como principal jogador foi o goleiro Julio Cesar, que fazia grande atuação pelo time de Campinas.

A segunda etapa teve uma Ponte Preta mais ofensiva depois da entrada de Tiago Luis no lugar de Gerson. Com a partida equilibrada, as duas equipes tinham seus bons momentos, até que aos 26 minutos, Diego Torres, de cabeça, após um belo cruzamento da direita, colocou a bola no ângulo esquerdo do goleiro Julio Cesar.

Com o segundo gol, Rodrigo Calaça foi obrigado a trabalhar bastante com a melhora dos alvinegros, que corriam para tentar reverter a vatangem. O bom momento rendeu a penalidade máxima de Fernandinho em Lúcio Flávio, aos 32 minutos: Ricardinho bateu forte no meio e converteu, diminuindo o placar: 2 a 1.

Os últimos 15 minutos de jogo tiveram empurrões entre os jogadores. O Sport ainda marcaria o terceiro gol, com Naldinho, que depois de um belo drible da vaca no defensor Leandro Silva, deu um toque por cima de Julio Cesar e sacramentou a vitória para o Leão da Ilha.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.