Tamanho do texto

Ao iG, presidente do clube negou interesse na proposta. Empresa promete insistir na negociação

O Palmeiras poderia ter uma ajuda inusitada na ' vaquinha' promovida para a contratação do meia Wesley , que não tem alcançado os resultados previstos, mas recusou. O site Ashley Madison.com, rede social voltada para pessoas que já estão em um relacionamento e procuram um caso extra-conjugal, ofereceu R$ 4 milhões para colaborar com a contratação do jogador, mas viu a proposta ser negada.

Leia também: Werder confirma transferência de Wesley ao Palmeiras. Tirone nega

O presidente do clube, Arnaldo Tirone, expicou que a empresa entrou em contato anunciando suas intenções, mas não chegou a fazer uma proposta oficial. Entretanto, a ideia não avançou, já que o Palmeiras não quer vincular sua marca ao site. "Não temos interesse, porque não vai ao encontro do que queremos. As linguagens não são compatíveis", disse o dirigente.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Se o Palmeiras estivesse disposto a aceitar a proposta, daria um passo gigante na campanha de arrecadação pela compra dos direitos do meia, que custam cerca de R$ 21 milhões. Os dirigentes esperam conseguir ao menos R$ 4,5 milhões para pagar a primeira parcela, mas até a tarde de sexta-feira o site contabilizava apenas R$ 508.700, com apenas mais 16 dias restantes para o fim da campanha. O valor proposto pelo site seria suficiente para atingir esta meta inicial.

O Palmeiras fez bem ao recusar a proposta? Comente a notícia com outros torcedores

A ideia inicial da empresa, divulgada em comunicado à imprensa, era oferecer a quantia em troca de Wesley usar uma faixa na cabeça com o logotipo e o slogan do site. Procurado pelo iG , o representante do site no Brasil, Eduardo Borges, que ainda não tinha sido informado da situação, manifestou surpresa com a negativa palmeirense e afirmou que a intenção era real, e que não desistirá da proposta.

"Podemos afirmar que esta não é a nossa proposta final. Se a recusa se confirmar, tentaremos prosseguir as negociações e vamos insistir. O Palmeiras precisa do dinheiro, já que a 'vaquinha' não vai bem", informou Borges, que já acumula outras respostas negativas de Corinthians , Flamengo e São Paulo .

Confira ainda: Ídolo, Evair entra na onda e grava vídeo para campanha de Wesley

"Recebemos uma proposta negativa bem pesada do Corinthians . Parece que se sentiram ofendidos. Já o São Paulo afirmou que vincular a imagem à empresa iria 'denegrir a imagem do clube', enquanto o Flamengo nem ao menos respondeu o contato", afirmou Eduardo Borges, que vê no futebol um bom meio de divulgar a marca, visto que seu público é majoritariamente masculino, mas atribui à "hipocrisia" as recusas recebidas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.