Tamanho do texto

Exame realizado na manhã desta terça-feira tranquiliza jogador dos juniores agredido na Taça BH

Apesar da cena impactante, a forte pancada desferida em Elivelton pelo ex-goleiro Gustavo, do Sport , durante partida pela Taça BH de juniores, não passou de um susto. Na manhã desta terça-feira, o jogador do Vasco foi submetido a uma tomografia e o resultado constatou apenas um trauma na cervical. Elivelton foi encaminhado logo cedo de Barra dos Cocais, interior de Minas Gerais, para um hospital em Belo Horizonte. Lá realizou exames complementares e o diagnóstico acalmou a comissão técnica.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

“A tomografia confirmou o diagnóstico que havíamos imaginado. Isso nos tranquiliza muito”, reagiu o médico Victor Alfradique, que acompanha a delegação em Minas. “Foi descartado qualquer tipo de fratura e ficou apenas o trauma pela forte pancada. Agora, o quadro clínico de uma maneira geral é bom. Por ora, vamos observar a recuperação do atleta”, finalizou Alfradique.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

Por medida de precaução, o jogador ficará em observação nas próximas horas. Elivelton levou uma voadora do goleiro Gustavo num lance em que estava de costas para o adversário, e foi covardemente atingido pelo pé direito do goleiro na nuca, desabando no gramado. O time pernambucano anunciou rapidamente o afastamento do agressor, que deixou o campo sem dar entrevistas.

O presidente do Sport, Gustavo Dubreux, lamentou a atitude do seu jogador e imadiatamente rescindiu seu contrato. O clube pernambucano divulgou nota oficial condenando a atitude de goleiro e se solidarizando com o atleta vascaíno.

Veja a nota oficial do Sport sobre a expulsão de Gustavo:

O time de juniores do Sport jogou contra o Vasco na tarde desta segunda-feira pela Taça Belo Horizonte de Futebol Júnior e foi derrotado por 3x1, na cidade de Barão dos Cocais. No final da partida, o goleiro rubro-negro, Gustavo iniciou uma confusão ao acertar uma voadora em um dos jogadores do clube carioca. Por conta da atitude tão desmedida, o arqueiro foi afastado do clube.

Bastante chateado, o presidente Gustavo Dubeux lamentou a atitude do atleta e prestou sua solidariedade ao jogador do Vasco da Gama. “Quero pedir desculpas ao Vasco da Gama por uma atitude irresponsável do goleiro. Esse tipo de coisa não representa o Sport. Ele já foi afastado da delegação e também do clube. Jogador nenhum do Brasil e muito menos do Sport deveria fazer isso”, disse o presidente Gustavo Dubeux.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.