Tamanho do texto

Presidente do clube diz que ucranianos não pretendem se desfazer do meia por empréstimo

O presidente em exercício do Corinthians , Roberto Andrade, confirmou o interesse em repatriar o meia Willian , revelado no clube e negociado com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Porém, a negociação só seria viabilizada se o atleta conseguisse a liberação da atual agremiação por empréstimo, algo improvável neste momento.

Shakhtar não tem interesse em liberar Willian por empréstimo
EFE
Shakhtar não tem interesse em liberar Willian por empréstimo
Leia também: Corinthians espera resposta do Shakhtar para ter retorno de Willian

"O grande problema é que o Shakhtar não quer liberar o Willian", disse Roberto Andrade, em entrevista à TV Bandeirantes no início da tarde desta terça-feira. A multa rescisória de Willian no clube ucraniano é de cerca de R$ 73 milhões.

Veja outras novidades do mercado da bola

Willian demonstrou interesse em passar uma temporada no Brasil em função da gravidez da esposa. O bebê tem previsão de nascer no mês de fevereiro. Pela identificação, o Corinthians seria a sua preferência. Seu pai e empresário, Severino da Silva foi quem procurou os diretores do clube para demontrar o interesse de Willian em voltar.

E mais: Presidente do Corinthians promete fazer nova oferta por Tevez no iníco do ano

O meio-campista do Shakhtar, com quem tem contrato até o final de 2014, não é a prioridade do clube paulista para o ano que vem. No setor de criação, a ideia do clube paulista é contratar o argentino Montillo, do Cruzeiro. "Estou otimista", disse Andrade, sobre o meia cruzeirense.

Além desses nomes, o Corinthians pretende anunciar o atacante Elton, ex-Vasco, no início do ano. O clube quer contratar ainda um volante (Guilherme, da Portuguesa, é o preferido) e um zagueiro (o preferido é Gil, do Valenciennes, da França).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.