Tamanho do texto

Presidente Paulo Odone deseja comandante que tenha mais cuidados defensivos

O Grêmio está no mercado em busca de novo técnico. Após a saída de Renato Gaúcho , a direção não estabeleceu prazo para contratar o substituto. Até porque vive uma espécie de dilema.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

A reunião entre o presidente Paulo Odone e os integrantes do departamento de futebol, na tarde desta quinta-feira, apontou a mudança de perfil do treinador: o homem a ser contratado terá de ter mais cuidados defensivos – Renato era ofensivista. Porém, não há consenso.

Relembre dez polêmicas de Renato Gaúcho no Grêmio

Odone prefere contratar Cuca, demitido recentemente do Cruzeiro. Em 1987, o presidente, no seu primeiro mandato, comprou o então jogador do Juventude e, desde então, os dois têm boa relação. O treinador comandou o clube em 2004, ano do segundo rebaixamento à Série B.

O vice de futebol Antônio Vicente Martins e os assessores José Simões e César Cidade Dias ainda não têm convicção neste nome. Nomes como Adilson Batista e Celso Roth, desempregados, e Dorival Junior, do Atlético-MG, são especulados. Vicente, aliás, negou ter contatado Cuca:

“Não procede esta especulação. O perfil de treinador que estamos procurando é alguém que mantenha essa ambição de vencer e que possa reorganizar o time: que seja de proteção, mas também de ambição pela vitória".

Enquanto não contrata ninguém, o Grêmio será comandado interinamente por Roger Marques, ex-lateral-esquerdo. Andrey Lopes será o auxiliar no lugar de Alexandre Mendes, que saiu junto com Renato.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.