Tamanho do texto

Gols de Juan e Piris abrem goleada para time de Adilson Batista no Morumbi com 22 mil pessoas

null

O São Paulo demorou 40 minutos para acordar, mas foi fatal quando despertou. Com dois gols nos cinco minutos finais do 1º tempo, de Juan e Ivan Piris , e outros dois no 2º tempo, com Casemiro e Rivaldo , o time do Morumbi passou por cima do Ceará, fazendo 4 a 0 para a alegria dos mais de 20 mil torcedores presentes no estádio, que gritaram até olé. O time de Adílson Batista nem amarelo tomou, e Rogério Ceni mais tocou na bola para armar jogo do que para defender. Na sua estreia, Estevam Soares viu seu time sofrer cinco cartões amarelos.

O triunfo deu ao São Paulo a condição de vice-líder do Brasileirão, com 44 pontos, um a menos que o 1º colocado, o Vasco, que também venceu o Grêmio neste sábado com facilidade. Já o Corinthians, que era o líder até o início da rodada, tem 43 pontos e recebe no Pacaembu o Santos no domingo, às 16h, e precisa da vitória para sair da 3ª colocação e até para não ser alcançado pelo Botafogo. Já o Ceará segue em 15º, com 24 pontos, três pontos à frente do Bahia, o 1º time da zona de rebaixamento que enfrenta o Fluminense às 16h deste domingo.

Siga o Twitter do iG São Paulo e receba as notícias do seu time em tempo real

No 1º tempo,  o São Paulo dormiu durante 40 minutos. Parecia guardar energia para os cinco minutos finais. O Ceará usava os contra-ataques, mas não tinha um finalizador para abrir o placar. Aos 42 minutos, Juan apareceu de surpresa na trave e abriu o placar. Três minutos depois, Piris desviou outro cruzamento da esquerda e ampliou.

Na etapa final, o São Paulo administrou um pouco a vantagem e sofreu pouco com as ofensivas do Ceará. O time de Adílson Batista tocava a bola de um lado para o outro e só atacava quando tinha muita condição, sem arriscar. Rivaldo entrou e fez o 4º gol. Antes, Casemiro já havia quase que garantido a vitória com um golaço de fora da área.

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte


Na próxima rodada, o São Paulo faz o clássico contra o Corinthians no Morumbi, às 21h50 de quarta-feira. Já o Ceará segue na capital paulista para enfrentar o Palmeiras , às 20h30 de quinta-feira.

Veja as imagens da rodada deste sábado:



O jogo

O São Paulo começou pressionando. Antes mesmo do cronometro marcar 2 minutos, Henrique desviou de cabeça na pequena área, e Fernando Henrique desviou. A bola bateu na trave, passou por cima da linha e Lucas quase marcou no rebote. Esse, no entanto, foi o único lance que assustou o goleiro. Dali para frente, o Ceará melhorou bastante no jogo e passou a ter bons momentos no ataque.

Sempre com cruzamentos perigosos, o time do Nordeste parecia sentir a falta de um finalizador, já que a bola cruzava a área inteira sem ninguém desviar. Aos 21, Washington finalmente apareceu e acertou uma cabeçada em cima de Rogério Ceni. Foi o toque de despertar para a torcida são-paulina já gritar pela presença de Rivaldo. A próxima chance dos donos da casa foi acontecer aos 37 minutos, com Lucas chutando de fora da área e exigindo boa defesa de Fernando Henrique.

Aos 40 minutos, Osvaldo chutou de fora da área, a zaga afastou, e Washington chegou atrasado. Se estivesse dois passos à frente, abriria o placar. Foi aí que o São Paulo finalmente acordou. Aos 42 minutos, um cruzamento da esquerda que parecia sem destino certo achou Juan sozinho na 2ª trave. Baixinho, ele desviou de cabeça e abriu o placar. Três minutos depois, Casemiro fez cruzamento, novamente pela esquerda, e Piris ampliou o placar.

Depois, o paraguaio Piris também balançou as redes e comemorou homenageando seu filho, que nasce neste domingo
AE
Depois, o paraguaio Piris também balançou as redes e comemorou homenageando seu filho, que nasce neste domingo


No 2º tempo, Cícero já tentou ampliar o placar antes do 2º minuto. Ele subiu mais alto após cruzamento de Henrique e quase fez o 3º. A resposta veio dos pés de Rudnei, que chutou muito alto alguns segundos depois. Casemiro fez a versão parecida para o São Paulo, mas chutou à esquerda de Fernando Henrique.

O jogo passou a ficar morno aos 15 minutos, e Adílson Batista resolveu mudar para a felicidade da torcida. Rivaldo entrou no lugar de Henrique. Pelo lado do Ceará, Boiadeiro substituiu Heleno. Aos 20 minutos, Casemiro deu belíssimo chute de fora da área e ampliou a vantagem.

A vitória passou a ficar garantida aos 26 minutos, com Rivaldo chutando bola que veio dos pés de Rivaldo e fez um belíssimo gol, concretizando uma goleada no Morumbi, para a alegria garantida dos mais de 20 mil pessoas no estádio, que conseguiram até gritar olé.

FICHA TÉCNICA - SÃO PAULO 4 X 0 CEARÁ

Local : Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data :
17 de setembro de 2011, sábado
Horário :
18h (de Brasília)
Árbitro :
Pablo dos Santos Alves (RJ)
Assistentes :
Altemir Hausmann e Carlos Berkenbrock (ambos RS)
Público : 22.581 pagantes
Renda bruta: R$ 514.150,00
Cartões amarelos : Heleno, Osvaldo, Michel, Thiago Mathias e Felipe Azevedo (CEA)

GOLS:
SÃO PAULO
: Juan, aos 42 minutos do 1º tempo, e Ivan Piris, aos 45 minutos do 1º tempo, e Casemiro, aos 20 minutos do 2º tempo e Rivaldo, aos 26 minutos do 2º tempo

SÃO PAULO : Rogério Ceni; Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Casemiro (Rodrigo Caio), Carlinhos Paraíba e Cícero; Lucas e Henrique (Rivaldo).
Técnico: Adilson Batista

CEARÁ : Fernando Henrique; João Marcos, Fabrício, Thiago Matias e Vicente; Heleno (Boiadeiro), Michel, Rudnei (Egídio) e Thiago Humberto (Felipe Azevedo); Osvaldo e Washington .
Técnico
:
Estevam Soares.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.