Tamanho do texto

Clube do ABC paulista consolidou a reação e espera resultado do Icasa, no sábado, para se firmar fora da zona de rebaixamento

Nunes disputa bola no alto com jogador do Vila Nova
Gazeta Press
Nunes disputa bola no alto com jogador do Vila Nova

Por conta de um ímpeto na parte final do duelo, o São Caetano derrotou o Vila Nova por 3 a 0 e passará a noite de sexta-feira fora da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com o triunfo, o Azulão somou 36 pontos, ultrapassando o Icasa - o qual tem 35, mas entra em campo no sábado para enfrentar o Náutico. A partida será no Estádio dos Aflitos, no Recife.

O time goiano, por outro lado, se afundou ainda mais. Há quatro confrontos sem vencer, o Tigre estacionou nos 29 e vê os concorrentes se distanciarem a cada rodada.

O próximo compromisso do time do ABC paulista será no próximo sábado, contra o ASA-AL. No mesmo dia, o Vila receberá o Paraná.

O jogo - Derrotado na última rodada pelo Icasa por 1 a 0, o Vila Nova começou o embate contra o São Caetano com mais vontade. Desta forma, aos dez minutos, os goianos quase abriram o placar.

Davi fez boa jogada e encontrou Leandro Cearense, que encobriu o goleiro com categoria. Mas a bola resvalou na trave. No rebote, Wando pegou mal e desperdiçou a chance de inaugurar o marcador no Estádio Anacleto Campanela.

O susto acordou os mandantes, que bateram o Sport na rodada anterior por 3 a 1. Na sequência, o atacante Ricardo Xavier girou e disparou de fora da área. O chute tirou tinta da trave do goleiro Luis Cetin.

Após os lances iniciais de perigo, o confronto ficou equilibrado. No entanto, antes da ida ao intervalo, o Azulão criou outra boa oportunidade. O volante Souza driblou o goleiro rival e chutou. No entanto, Bem-Hur cortou de cabeça e garantiu o empate sem gols nos primeiros 45 minutos.

Na segunda etapa, a partida continuou aberta, mas as equipes continuaram falhando na pontaria. Tal conjuntura, porém, durou até os 30 minutos, quando o atacante Nunes recebeu com liberdade e não perdoou.

Dois minutos depois foi a vez de Geovane invadir a área e chutar forte para ampliar. Com a porteira aberta, Nunes deixou a marca mais uma vez aos 34 minutos.

O lampejo impressionante do São Caetano significou três pontos importantes. Além disso, foi um fôlego a mais aos comandados do treinador Márcio Araújo, que passarão o final de semana secando os concorrentes diretos.

FICHA TÉCNICA:
SÃO CAETANO 3 X 0 VILA NOVA

Estádio : Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)
Data: 7 de outubro de 2011, sexta-feira
Horário : 20h30 (de Brasília)
Árbitro : Lúcio José Silva de Araújo (BA)
Auxiliares : Belmiro da Silva (BA) e Raimundo Carneiro de Oliveira (BA)
Cartões amarelos : Gabriel e Adilson (Vila Nova)

GOLS: SÃO CAETANO: Nunes, aos 30 e aos 34 minutos do segundo tempo; e Geovane, aos 32 minutos do segundo tempo

SÃO CAETANO: Luiz, Artur, Eli Sabiá, Preto Costa e Bruno Recife; Augusto Recife, Ricardo Conceição (Ailton) , Souza e Kléber (Révson); Ricardo Xavier (Geovane) e Nunes.
Técnico: Márcio Araújo.

VILA NOVA : Luis Cetin; Henrique, Ben-Hur (Augusto) e Gabriel (Túlio Souza); Jonh Lennon, Adilson, Vitor Rossini, David e Jorge Henrique; Wando e Leandro Cearense (Roni)
Técnico: Leonardo Souza.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.