Tamanho do texto

Volantes não faziam parte dos planos de Muricy Ramalho e deixaram o clube nesta quinta-feira

O Santos rescindiu nesta quinta-feira os contratos dos volantes Rodrigo Possebon e Rodrigo Mancha , atletas que não estavam nos planos do técnico Muricy Ramalho. Os dois jogadores estão livres para negociar com outros clubes. Mancha, que estava emprestado ao Vitória em 2011, tem proposta para voltar ao clube baiano.

Veja também: Em crise com diretoria santista, Danilo solta desabafo enigmático

Já Possebon, que estava treinando com os reservas santistas na pré-temporada, não recebeu nenhuma oferta. O empresário do atleta, Renato Cemin, sonha em negociar o jogador com o futebol europeu.

Mancha participou das campanhas do título paulista e da Copa do Brasil em 2010. O volante fez 40 partidas com a camisa santista. Já Possebo fez parte do grupo bicampeão paulista e da Copa Libertadores da América na temporada passada. Ele disputou 34 jogos pelo Santos e marcou um gol.

Leia mais: Santos estreia na Vila em 2012 no clássico contra o Corinthians

Além de Possebon e Mancha, o Santos emprestou o meia-atacante Madson ao Al-Khor, do Catar. Outro jogador que não faz parte dos planos de Muricy Ramalho é o goleiro Fábio Costa. No entanto, o ex-capitão santista não recebeu nenhuma proposta de outros clubes e ficará treinando separadamente do elenco.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.