Tamanho do texto

Dezenas de torcedores foram presos em Frankfurt, enquanto violência cancelou jogo do campeonato turco

selo

Policial conversa com torcedor do Eintracht Frankfurt
Gettty
Policial conversa com torcedor do Eintracht Frankfurt
A torcida do Eintracht Frankfurt não reagiu nada bem à derrota da sua equipe, neste sábado, em casa, para o Colônia, por 2 a 0. O resultado deixou o time muito perto do rebaixamento e, os torcedores, revoltados.

Após o jogo, centenas deles invadiram o gramado da Commerzbank-Arena e entraram em confronto com a polícia antidistúrbio. Dezenas foram presos e a violência tomou conta do gramado. Das arquibancadas, contra os policiais, foram jogadas bombas e até um extintor, que caiu no meio da grande área.

Depois que o distúrbio foi acalmado, alguns jogadores do Frankfurt subiram ao gramado para conversar com torcedores mais tranquilos e ouviram fortes cobranças deles. Na última rodada, a equipe precisa vencer o campeão Borussia Dortmund, na casa do adversário, e torcer por tropeços do Mönchengladbach, para o Hamburgo, ou do Wolfsburg, para o Hoffenheim, todos fora de casa, mas contra rivais que só estarão cumprindo tabela.

Policiais esfriam os ânimos dos torcedores do Frankfurt na Commerzbank-Arena
Getty
Policiais esfriam os ânimos dos torcedores do Frankfurt na Commerzbank-Arena

Mais briga

Na Turquia, o sábado também teve briga. Em Bursa, torcedores do Bursaspor e do Besiktas se confrontaram durante todo o dia, à espera do jogo entre as duas equipes. A partida, porém, acabou cancelada, tamanha as proporções tomadas pelo embate nas ruas.

O pedido de adiamento do jogo foi feito pela polícia, que não conseguiu controlar a onda de violência. Cercado por torcedores rivais, o elenco do Besiktas ficou preso no seu hotel.

O jogo entre as duas equipes no primeiro turno também já havia sido marcado por violência, com três torcedores feridos gravemente, quando a torcida do Besiktas atacou fãs do Bursaspor, passando por cima até de um cordão policial.

A rivalidade peculiar vem desde 2003. Na ocasião, o Bursaspor dependia de uma vitória do Besiktas para não ser rebaixado. O time de Istambul perdeu para o Istanbulspor e as suspeitas de mala preta são lembradas até hoje pelos torcedores do Bursaspor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.