Tamanho do texto

Atacante disse que não gostaria de entrar no time apenas porque um companheiro está na Seleção

Rafael Moura pode até ter sido contratado para ser o reserva imediato de Fred , mas o fato é que o atacante entrou em campo quase tantas vezes quanto o titular no primeiro semestre. Muitas delas, inclusive, fazendo dupla de ataque com o amigo, que está com a Seleção Brasileira para a disputa da Copa América . Talvez por isso o artilheiro do Fluminense na temporada ao lado do capitão tricolor, com 12 gols cada, fique tão irritado com o questionamento da imprensa toda vez que entra na equipe.

“A comissão técnica e meus companheiros sempre me passam confiança, mas percebo que toda vez que entro no time a imprensa quer me rotular como o substituto do Fred. Desde que eu cheguei, atuei em quase todos os jogos e sou o artilheiro do time na temporada ao lado dele. Eu não gostaria de entrar no time apenas porque ele está na Seleção. Eu quero ser útil e ajudar o Fluminense”, desabafou o atacante.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Mesmo com o segundo pior ataque da competição, com apenas três gols marcados em cinco partidas, Rafael Moura discorda de que o setor anda mal das pernas nas Laranjeiras. Para o atacante, o problema é coletivo.

“Não vejo o ataque em baixa. O Fluminense é um todo e precisamos melhorar sem individualizar ninguém. O fato de termos o segundo pior ataque da competição não aumenta minha responsabilidade porque eu faço parte de um grupo”, disse.

“Entre para a Torcida Virtual do Fluminense e convide seus amigos”

A falta de pontaria nos jogos não é por falta de treinamento. Diariamente, após os treinos físicos e táticos, apoiadores e atacantes fazem um trabalho exaustivo de finalizações a gol sempre sob o comando de Abel Braga e seu auxiliar, Leomir.

“Não acredito em falta de sorte. Mas é difícil falar o que está faltando, até porque temos feito um trabalho de finalizações após os treinos para aprimorar cada vez mais o chute de longa distancia”, explicou Rafael Moura.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.