Tamanho do texto

Com vitória por 2 a 1, clube já está classificado para as semifinais da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca

Com um gol de pênalti de Ronaldinho Gaúcho nos acréscimos, o Flamengo derrotou o Vasco por 2 a 1 no Engenhão, afastando temporariamente a crise que esta semana assombrou o clube. Com o resultado, o time, de quebra, garantiu uma vaga na semifinal da Taça Rio – segundo turno do Campeonato Carioca. Deivid e Diego Souza, do Vasco, fizeram os outros gols da partida.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O Vasco estrou em campo com duas alterações de última hora. Uma por lesão: Felipe, com dores no ombro direito. E outra por questões técnicas: Diego Souza, que vinha alternando boas e más atuações. Assim, o técnico Cristóvão Borges escalou uma formação ofensiva, com três atacantes.

Ainda assim, o Flamengo começou assustando após bela jogada de Ronaldinho Gaúcho . O meia recebeu na intermediária e tocou na medida, entre os zagueiros, para Bottinelli, que foi à linha de fundo e cruzou na cabeça de Deivid. O atacante rubro-negro testou com categoria para o chão. A bola quicou e por pouco não surpreendeu Fernando Prass, que salvou de tapinha.

LEIA MAIS:
“Espero sair daqui pela porta da frente”, diz Ronaldinho

Mas o goleiro vascaíno não pôde evitar que o camisa 9 do Flamengo abrisse a contagem aos 16 minutos. Vágner Love recebeu de costas para o gol e, mesmo caído, girou em cima de Rodolfo e chutou forte. Prass defendeu, mas soltou nos pés do Deivid, que teve apenas o trabalho de empurrar para a rede: 1 a 0.

O gol tirava um pouco o peso da crise que esta semana – e principalmente na véspera do clássico – assombrou o Flamengo .

O Vasco já não tinha Dedé e Juninho Pernambucano, e perdeu Felipe antes do jogo. Com a barração de Diego Souza, parecia mais um daqueles times mistos que Cristóvão utiliza quando prioriza a Copa Libertadores. Mesmo assim a equipe cruzmaltina foi para cima do Flamengo.

Sempre com Fágner pela direita, o time atacava e levava perigo nas bolas de linha de fundo. O Flamengo , mesmo em vantagem, passou parte da etapa etapa final envolvido pelo adversário. Até conseguiu fazer um gol, novamente com Deivid, mas o atacante estava em posição irregular.

O Vasco respondeu com Eder Luis, num chute forte de fora da área, que assustou o goleiro Felipe. Aliás, caído, o camisa 1 só ficou olhando e torcendo para a bola não entrar no seu lado direito.

Na volta para o segundo tempo, o Vasco trocou Wiliam Barbio por Diego Souza. E foi dele o gol de empate no clássico. O mérito da jogada deve-se ao meia Fellipe Bastos, que aproveitou a indecisão de Vágner Love e Ronaldinho Gaúcho no meio-campo, roubou a bola e tocou para Alecsandro.

O atacante vascaíno arriscou de fora da área, a bola explodiu na zaga e sobrou para o Diego, que empurrou para o fundo da rede: 1 a 1. E o camisa 10 ainda queria mais. Na jogada seguinte, fez fila indiana na área rubro-negra e quase desempatou.

O Flamengo respondeu com Ronaldinho Gaúcho , cobrando uma falta que carimbou o travessão de Fernando Prass. Em seguida, em jogada individual, o craque quase resolveu, mas Fágner o travou na hora da conclusão. Na cobrança do escanteio, Love cabeceou e Allan salvou em cima da linha o que seria o segundo gol rubro-negro.

No fim do jogo, dois lances que valeram o ingresso. No primeiro, Allan aplicou uma lambreta em Júnior César na pequena érea e chuta cruzado. Felipe faz bela defesa. Na sequência, Léo Moura partiu num rápido contra-ataque, invadiu e área, mas chutou para fora, com o goleiro caído e sem ação.

Até que aos 47 minutos, o time rubro-negro definiu o triunfo. Léo Moura foi derrubado dentro da área por Fernando Prass, e Ronaldinho Gaúcho bateu no canto esquerdo do arqueiro vascaíno para selar a vitória flamenguista.

FICHA TÉCNICA - VASCO 1 x 1 FLAMENGO
Local: Engenhão, Rio de Janeiro
Data: 7 de abril de 2012, sábado
Horário: 18h30 (Horário de Brasília)
Árbitro: Wagner dos Santos Rosa (RJ)
Auxiliares: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Francisco Pereira de Souza (RJ)

GOLS
Vasco: Diego Souza, aos 5 minutos do segundo tempo
Flamengo: Deivid, aos 16 minutos do primeiro tempo; Ronaldinho, aos 47 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Leonardo Moura. Kléberson, Fágner e Renato Silva

VASCO: Fernando Prass; Fagner (Nilton), Renato Silva, Rodolfo e Thiago Feltri; Rômulo, Eduardo Costa e Fellipe Bastos; William Barbio (Diego Souza), Eder Luis e Alecsandro
Técnico : Cristovão Borges

FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Marcos González, Welinton e Junior Cesar; Willians(Rômulo), Kleberson, Bottinelli (Luiz Antonio) e Ronaldinho; Deivid (Diego Maurício) e Vagner Love
Técnico : Joel Santana

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.