Tamanho do texto

Técnico do Manchester City acredita ter um bom relacionamento com o atacante e comemora o retorno do zagueiro Vincent Kompany

A janela de transferência entre os clubes europeus fecha nesta terça-feira e, da maneira como as negociações encaminham, Carlos Tevez deve mesmo permanecer no Manchester City . Na sexta, o empresário iraniano Kia Joorabchian causou mal-estar na diretoria do clube inglês ao afirmar que o técnico Roberto Mancini era hostil e nunca teve uma boa relação com o atleta.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A declaração foi uma surpresa para Mancini, que acredita que ter um bom relacionamento com o atacante, ainda mais por tê-lo feito capitão no começo da temporada do ano passado.

"Carlos não tem problema algum comigo", garantiu o comandante. Mesmo assim, Mancini não pretende trazê-lo de volta ao elenco do City pelos próximos dois dias.

Leia também: Lateral Roberto Carlos agenda aposentadoria para o fim do ano

"Se um jogador está em um clube e deseja ir para outro, isso é uma opção dele. Talvez para o próprio clube isso seja um grande problema. Tevez está afastado do elenco porque acredito que todos devem responder pelas suas atitudes", disse, lembrando do episódio que gerou todo esse mal-estar, quando o argentino se recusou a entrar em campo para enfrentar o Bayern de Munique, em partida válida pela liga dos Campeões do ano passado.

Paralelamente às adversidades com Tevez, o City terá a volta de Vincent Kompany , que ficou de fora das últimas quatro partidas da equipe depois de ter sido expulso ao dar um carrinho com os dois pés no meia Nani, do Manchester United . Apesar de não ter derrubado o adversário, Kompany foi surpreendido pelo árbitro, que alegou força excessiva na dividida.

Mancini comemorou a volta do jovem zagueiro. "É importante termos o Vincent disponível novamente. Ele é o líder da equipe em campo e é um zagueiro muito forte, um dos melhores da Europa. E ainda pode desenvolver bastante suas habilidades, porque é um atleta muito jovem."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.