Tamanho do texto

Feliz por participar da despedida do sérvio, meia elogia Djalminha e pede uma iniciativa das federações

Petkovic deverá atuar no máximo 45 minutos diante do Corinthians
Divulgação
Petkovic deverá atuar no máximo 45 minutos diante do Corinthians
A despedida de Petkovic vai acontecer em um momento de paz no Flamengo . Domingo, contra o Corinthians , no Engenhão, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, a torcida prepara uma grande festa para o ídolo, que entrará em campo com a camisa 43 , provavelmente como titular e atuará no máximo 45 minutos . A expectativa dos companheiros é que a homenagem sirva de exemplo.

Siga o iG Flamengo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

“Temos tantos jogadores que fizeram muito pelo futebol e não encerraram com a devida homenagem. A gente viu o Bebeto na festa do Campeonato Carioca , teve o Fábio Luciano (se aposentou campeão carioca em 2009 ), mas outros ficam esquecidos”, lamentou Renato . “O Petkovic merece tudo isso que estão fazendo, mas se não conseguirmos o resultado, a festa ficará pela metade”.

Entre para a Torcida Virtual do Flamengo e convide seus amigos

Renato aproveitou para elogiar a iniciativa de Djalminha, ex-jogador de Flamengo, Palmeiras e Guarani, idealizador do showbol no Brasil. A competição reúne ex-jogadores dos grandes clubes do país em vários eventos, como campeonatos regionais, nacionais e até mesmo internacionais.

“Os ex-jogadores merecem respeito e o showbol é uma prova disso. A ideia do Djalminha foi brilhante, levando essas pessoas de volta à mídia. Claro que é mais uma brincadeira, um futebol sem compromisso, mas mesmo assim tem sua visibilidade. Isso poderia vir das federações”, comentou Renato, de 33 anos. “Ainda falta para encerrar a minha carreira”, emendou.

Por isso, a preocupação de Renato é grande em transmitir as melhores coisas possíveis para Petkovic. Durante a entrevista, fez questão de reverenciar o companheiro antes de passar o microfone para o sérvio.

“Não tenho tanta diferença de idade para ele, mas você aprender muito sempre. Estou muito feliz por poder participar da despedida dele”, disse Renato, que recebeu uma rápida reposta de Petkovic. “É que eu ainda não cheguei na idade dele”, brincou o sérvio, aos 38 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.