Tamanho do texto

Gilberto Silva e Miralles irão aumentar média de idade da equipe de Renato Gaúcho

Gilberto Silva foi capitão do Panathinaikos na Liga dos Campeões
Getty Images
Gilberto Silva foi capitão do Panathinaikos na Liga dos Campeões
Renato Gaúcho os definiu como cascudos. Victor, malandros. E Mário falou em exemplos. Além da qualidade técnica, Gilberto Silva , 34 anos, e Miralles , 27, irão agregar uma característica em falta no grupo do Grêmio : experiência. Esta é, na opinião do treinador, a principal dificuldade na temporada tricolor .

Foi o que determinou, ainda de acordo com Renato, a perda do Gauchão e a derrota na estreia do Brasileirão. Com média de idade de 24,5 anos, o Grêmio deixou Inter e Corinthians virarem partidas que pareciam decididas. É por isso também que Adilson, 24, e Junior Viçosa, 21, devem dar lugar aos novatos.

"Nosso grupo é bom, mas precisa destes jogadores cascudos. Que venham e decidam e orientem o time", defendeu Renato.

Gilberto tem dez anos de seleção brasileira, três participações em Copa do Mundo e a grife de ter sido capitão do Arsenal (Inglaterra) e Panathinaikos (Grécia). Miralles cresceu com a disputa intensa do campeonato argentino, aprimorou no chileno e tem no currículo duas Libertadores com o Colo Colo.

"Este tipo de atleta sabe ler o jogo. É malandro. Acelera quando precisa, atrasa quando deve, ou seja, leva o jogo", definiu Victor.

Detalhes como estes, aliados à administração de pressão do rival e da torcida, podem definir uma partida e também fazer os mais jovens crescerem. É a expectativa de Mário, 20.

"Eles vão chegar com uma boa bagagem. Teremos coisas a aprender", apontou.

O problema é que a dupla, e eventuais novos reforços, só poderão atuar na abertura da janela de transferências, em 3 de agosto. Isto se a CBF não antecipar...

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.