Tamanho do texto

Benzema (2) e Adebayor marcaram os gols do time da capital, que segue sete pontos atrás do líder Barcelona

O Real Madrid não sentiu a ausência do atacante Cristiano Ronaldo neste domingo - o português lesionou o joelho direito na goleada por 7 a 0 sobre o Málaga. A equipe merengue contou com grande atuação do alemão Mesut Ozil e com gols de Adebayor e Benzema (2) para vencer o Racing Santander por 3 a 1, fora de casa. O sueco Kennedy descontou. 

O resultado mantém o Real a sete pontos de distância do Barcelona, líder do Campeonato Espanhol. Os comandados de José Mourinho estão na segunda colocação com 67 pontos ganhos, contra 74 dos rivais catalães. Já o Racing ocupa apenas o 13º lugar, totalizando 30.

Com o lateral esquerdo brasileiro Marcelo entre os titulares, o Real Madrid assumiu a condição de favorito na partida e pressionou o Rancing logo no início do primeiro tempo no Estádio El Sardinero. Os donos da casa não tinham o zagueiro Henrique, ex-Palmeiras, que foi expulso no empate por 1 a 1 com o Almería na rodada passada.

Francês Benzema marcou duas vezes na vitória do Real Madrid pelo Espanhol
AFP
Francês Benzema marcou duas vezes na vitória do Real Madrid pelo Espanhol

Aos 14 minutos, Marcelo teve uma grande chance para abrir o placar para o Real. O ex-jogador do Fluminense chegou a se livrar do goleiro Toño, mas concluiu com a perna direita (ele é canhoto) e desperdiçou.O gol perdido não fez falta aos merengues. Aos 22 minutos, Ozil deu bela assistência para o togolês Adebayor, que só teve o trabalho de completar para as redes. Pouco depois, aos 27, o alemão ajeitou a bola para o francês Karim Benzema concluir na saída de Toño.

O Racing ganhou a oportunidade para reagir logo no início do segundo tempo, aos sete, quando Xabi Alonso cometeu pênalti no atacante mexicano Giovani dos Santos, revelado pelo Barcelona. Pinillos se encarregou da cobrança, e o goleiro Iker Casillas defendeu.

Mesmo assim, o Racing Santander não se abateu. Insistiu e conseguiu descontar aos 25 minutos, com gol do sueco Kennedy Bakircioglu após bom passe do argelino Lacen. Coube a Bezema conter as esperanças dos donos da casa, ao fechar o marcador a favor do Real Madrid, aos 30. No final, Adebayor ainda desperdiçou um pênalti, defendido por Toño.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.