Tamanho do texto

Ídolo são-paulino foi um dos astros de jogo beneficente promovido por Zico em São Paulo

O "jogo das estrelas", promovido por Zico no estádio do Morumbi nesta quarta-feira, reservou emoções ao ex-craque são-paulino Raí. Além da oportunidade de voltar a atuar no estádio onde brilhou no início dos anos 90, Raí também recebeu do anfitrião da festa uma homenagem ao seu irmão Sócrates, morto no dia 4 de dezembro. Todos os jogadores entraram em campo com uma camisa em homenagem ao ídolo do Corinthians.

Antes do jogo, Zico entregou uma placa em homenagem a Sócrates para Raí
Gazeta Press
Antes do jogo, Zico entregou uma placa em homenagem a Sócrates para Raí

"É uma emoção muito grande (essa homenagem a Sócrates), especialmente hoje, com uma junção de emoções, lembranças de tantas coisas bonitas que vivi aqui. Consegui até fazer gol", disse Raí. "Para minha família é muito especial. Já agradeci toda organização e ao Zico principalmente, pelo exemplo que ele é. Ele mobilizou tanta gente, pessoa a ser seguida. Jogou com meu irmão e é um sonho pra mim estar ao lado dele.

"Ele (Sócrates) está feliz. Tive essa sensação quando cheguei aqui nesse palco em que ele teve muitas alegrias e atingiu marcas importantes. E isso é ótimo principalmente com companheiros que atuaram com ele. É maravilhoso e cada vez que eu os encontro eles falam um pouco do meu irmão e de como ele foi importante", disse Raí.

Zico, que jogou com Sócrates nas Copas de 1982 e 1986, disse que uma homenagem ao "Doutor" já estava prevista antes mesmo da sua morte. "Iríamos fazer uma homenagem com ele em vida, por causa da força que ele mostrou, por ter resistido, mas infelizmente Deus o levou mais cedo. A gente não podia deixar passar. A homenagem é pequena perto do que significou o Sócrates, mas tenho certeza que ficou marcada", disse o ídolo do Flamengo, que entregou uma placa a Raí em homenagem ao "Doutor". 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.