Tamanho do texto

Leonardo, dirigente do time, diz que o jogador não acertará com a equipe porque família não quer deixar os Estados Unidos

Após negociações desde o final de 2011, o diretor esportivo do Paris Saint-Germain , Leonardo, encerrou nesta terça-feira a possibilidade de acerto com o meio-campista David Beckham . Alvo do clube francês para o início deste ano, o inglês explicou que sua família não deseja deixar os Estados Unidos.

Veja também: Ancelotti comanda 1º treino no PSG sob olhares de xeque e Leonardo

"Beckham não vem para o PSG. Não é um problema profissional, mas, sim, sua família", afirmou Leonardo. "Seria uma decisão complicada fazer sua família mudar-se para a França. Tenho grande admiração por ele como jogador, mas como pai também. Sei que estas mudanças são complicadas", justificou o brasileiro.

Há cinco anos atuando pelo Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos, Beckham viu seu vínculo com o clube norte-americano se encerrar em janeiro. O desejo de sua família, porém, pode aproximá-lo de uma renovação com a equipe, onde recentemente conquistou o título nacional, o único em sua passagem pelo clube.

Leia ainda: Para ter Balotelli e Tevez, Milan pensa em negociar Pato com o PSG

O Paris Saint-Germain, por sua vez, agora pensa em outras contratações: após a vinda do técnico Carlo Ancelotti , os franceses projetam oferecer 50 milhões de euros (R$ 120 milhões) para contar com o brasileiro Alexandre Pato , do Milan. Nesta quarta-feira, no Catar, os dois times se enfrentam, em jogo amistoso, que marcará a estreia do técnico italiano no comando do líder do Campeonato Francês.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.