Tamanho do texto

Elogios de jornalistas, torcedor vestido de papa, esfomeados e "papagaios de piratas" são detalhes do evento

Começou com um “boa noite” em pleno meio-dia do presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, a quebra de protocolos da coletiva de imprensa de despedida de Marcos. Como torcedores e jornalistas se acostumaram a acompanhar, tudo o que envolve o ex-goleiro acaba saindo um pouco do roteiro, desde as suas entrevistas de cabeça quente, até a sua tentativa de fazer um gol aos 20 minutos do 2º tempo em jogo de Campeonato Brasileiro de 2008, diante do Grêmio.

LEIA MAIS: Palmeiras quer aposentar camisa 12 e faz de Marcos embaixador da Arena

Assim que a palavra foi passada para os jornalistas, outra mudança na rotina. No lugar das perguntas em torno do evento, vieram elogios e "rasgação de seda" para Marcos, coisa nada normal no cotidiano das coletivas de imprensa, assim como palmas, às vezes batidas também pelos próprios jornalistas, alguns até assumindo seus respectivos times. Tudo em reverência ao maior jogador que já passou pelo Palestra Itália, que não fez cerimônia na hora de interromper as perguntas para pedir um café para o assessor de imprensa: “Finelli, pega um café, tem a moral?”.

Danilo Lavieri
"Papagaios de pirata" não deixaram escapar chances de aparecer

Um torcedor vestido de papa também tomou o microfone para agradecer ao ex-goleiro e convidá-lo para a procissão que acontecerá neste sábado, com início às 11h, em frente ao estádio em reformas. Enquanto tudo isso acontecia, a filha de Marcos, Anna Julia, de oito anos, corria pelo ginásio. O local da coletiva, aliás, foi outra quebra de protocolo, deixando de lado a sala que ficaria apertada para o tamanho do evento.

VEJA AINDA: Marcos esnoba até Fantástico para "bombar" anúncio da despedida

E como a despedida era de gala, os famosos “papagaios de pirata” também não perderam a chance de aparecer nas fotos e nos vídeos. Além de Tirone, presidente do clube que aproveitava qualquer ocasião para abraçar o ex-goleiro, o assessor da presidência, Mauro Marques, também fazia questão de levantar e entortar o pescoço para aparecer nas imagens, assim como o vice de futebol, Roberto Frizzo.

E MAIS: Marcos diz que sua maior alegria foi em bola que não defendeu

O encontro ainda marcou a presença de um parceiro que não conseguiu acerto com o Palmeiras, mas o fez com o Marcos. A Fiat estampou a marca “Case IH”, de seus tratores. Tudo costurado por Juan Rafael, ex-gerente de marketing, demitido na gestão de Tirone. Além dele, outro afastado das funções, o ex-diretor de marketing, Rogério Dezembro, também estava no local, já que a WTorre, sua nova empresa, também patrocinava o evento. Eles, claro, encontraram com o atual comandante do setor, Rubens Reis, que também perambulava pelo local.

Relembre os melhores momentos da carreira de Marcos

Para alguns presentes, pouco importava o que Marcos falava. O importante era garantir o lugar na fila dos crepes que ali eram servidos. Como tudo era de graça, alguns chegaram a comer cinco, seis crepes salgados e doces e tomarem garrafas de refrigerante sozinho. Tudo para o adeus do goleiro que deixa os palmeirenses órfão de um ídolo.

Veja um vídeo com as transformações físicas do goleiro Marcos:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.