Tamanho do texto

Membro da realeza tentará dar mais peso às pretensões britânicas ao lado de personalidades como David Beckham

Na tentativa de se garantir como sede da Copa do Mundo de 2018, a Inglaterra vai enobrecer sua campanha. A Casa Real Britânica confirmou, nesta quarta-feira, que o príncipe William participará da defesa final em Zurique, na Suíça, em 2 de dezembro, quando os ingleses tentarão a cartada final para receber o megaevento.

Filho mais velho de Carlos, príncipe de Gales, e da falecida Lady Diana, William tentará dar mais peso às pretensões britânicas ao lado de personalidades como David Beckham, meia do Los Angeles Galaxy (Estados Unidos) e Gary Lineker, ex-jogador do Barcelona (Espanha) e Tottenham (Inglaterra), atualmente jornalista esportivo.

O arrebatamento do príncipe William para a campanha acontece após apelo do ex-atleta Sebastian Coe, integrante da cúpula diretora da candidatura, tentando aumentar o apoio público. O maior temor é sofrer represália da Fifa depois que o jornal inglês "Sunday Times" revelou esquema de corrupção na entidade, envolvendo membros do Comitê Executivo.

Além da Inglaterra, também concorrem a sede da Copa do Mundo de 2018 a Rússia e outras duas candidaturas conjuntas: Espanha/Portugal e Bélgica/Holanda. O anúncio será feito em 2 de dezembro, quando a Fifa também confirmara a sede do Mundial seguinte, em 2022.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.