Tamanho do texto

Fábio Santos, Lúcio e André Lima não aceitaram oferta inicial da direção do time do Rio Grande do Sul

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882252778&_c_=MiGComponente_C

Prioridade nas palavras, dificuldade nas ações. A nova direção do Grêmio fracassou na primeira tentativa de renovar com Fábio Santos, Lúcio e André Lima, os três titulares que têm contratos por terminar em 31 de dezembro.

O motivo: desacerto financeiro. As ofertas feitas ficaram aquém do esperado pelos atletas. Encarregado das negociações, o diretor executivo Cícero Souza revelou não estar preocupado: Entramos em contato com os jogadores que temos interesse. O resto é questão interna.

Embora o desacerto, os empresários dos jogadores continuam otimistas quanto à viabilidade do acerto. Clécio Souza e Eduardo Uram, representantes de Lúcio e André, respectivamente, admitiram ter sondagens de outros clubes, porém, reafirmaram a preferência do Grêmio.

Quem pode aceitar outra proposta é Fábio Santos. Ele espera uma eventual oferta do italiano Lazio, que havia demonstrado interesse no meio no ano. Caso se confirme, pode deixar o clube gaúcho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.