Tamanho do texto

Aloísio foi acusado de provocar torcida do Avaí, mas foi liberado com o apoio do advogado Rodrigo Titericz

Próxima comemoração de Aloísio será dedicada a Rodrigo Titericz
AE
Próxima comemoração de Aloísio será dedicada a Rodrigo Titericz
O atacante Aloísio , do Figueirense , prometeu uma dedicatória inusitada caso marque um gol contra a Chapecoense, no próximo domingo. O jogador, liberado pelo Tribunal de Justiça Desportiva depois de ser acusado de provocar a torcida do Avaí ainda no primeiro turno, revelou que pretende homenagear seu advogado Rodrigo Titericz, responsável por cuidar de seu processo de absolvição.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Acho que depois do ocorrido, vai ser justo que eu dedique um dos gols para quem me ajudou a enfrentar essa situação do julgamento", afirmou o atacante em entrevista coletiva nessa quarta-feira.

Aloísio também comentou sobre a possibilidade de marcar em cima do time em que começou sua carreira. Apesar de admitir ter "respeito" pelo adversário de domingo, o atacante garantiu que não vai ficar inibido se tiver que comemorar.

"Cultivo na Chapecoense muitas amizades. É um time pelo qual tenho um grande respeito. Mas são amigos fora das quatro linhas. Dentro do campo, o trabalho é profissional, e agora estou na equipe rival", garantiu.

As más notícias para o torcedor do Figueirense ficam por conta da confirmação das ausências do meia Fernandes e do atacante Franco Niell, que estão no departamento médico. O zagueiro Ygor , também entregue à equipe médica, ainda é dúvida. Em compensação, o zagueiro Fred foi liberado nessa quarta e deve ficar à disposição do técnico Branco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.