Ponte vence Salgueiro e mantém trio paulista na ponta da Série B

Time de Campinas contou mais uma vez com o artilheiro Ricardo Jesus para se salvar na competição

Gazeta | 28/06/2011 23:58

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

A Ponte Preta conseguiu se recuperar do empate em casa com o Vitória na última rodada para continuar empatado em pontos com Portuguesa e Americana na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. O time campineiro foi a Pernambuco e venceu o Salgueiro por 3 a 2, com dois gols de Ricardo Jesus, artilheiro da competição com nove tentos.

Os paulistas conseguiram desequilibrar a partida no segundo tempo e abriram o placar com Guilherme, aos três minutos. O ex-lateral direito do Corinthians, Marcos Tamandaré, empatou aos 13, mas Ricardo Jesus apareceu para converter pênalti aos 21 e ampliar aos 32. Aos 38, Josa cobrou lateral e a bola bateu nas pernas do goleiro Júlio César e entrou para descontar a favor dos anfitriões, configurando gol contra do arqueiro.

Com os três pontos somados na noite desta terça-feira, a Macaca iguala Portuguesa e Americana com 17 pontos, à frente do clube do interior e atrás da Lusa no saldo de gols, terminando a oitava rodada em segundo lugar. Na próxima rodada, os campineiros atuarão no Moisés Lucarelli contra o Goiás, às 21h50 (de Brasília) de sexta-feira.

Já o Salgueiro cai para a 15ª posição e fica com oito pontos, a um da zona de rebaixamento da Série B. A recuperação dos pernambucanos pode ocorrer às 21 horas da próxima sexta-feira, diante do Boa, em Minas Gerais.

O jogo
As duas equipes iniciaram a partida tentando impor velocidade e conseguindo encontrar espaços nas defesas adversárias. Cada um terminou a primeira etapa com uma grande oportunidade perdida: Glébison acertou as redes pelo lado de fora para os nordestinos e Ricardo Jesus, dos paulistas, obrigou o goleiro Marcelo a fazer grande defesa.

Na volta do intervalo, o técnico Neco renovou na armação do Salgueiro com a entrada de Juninho Cearense, mas não conseguiu organizar sua defesa. Assim, Guilherme dominou lançamento pela direita e, em jogada individual, conseguiu balançar as redes aos três minutos.

Aos 13 minutos, contudo, a alteração de Neco surtiu efeito e Juninho Cearense deixou o lateral direito Marcos Tamandaré em condições de somente empurrar a bola para as redes e deixar tudo igual. O problema é que a Ponte já tinha descoberto como aplicar sua velocidade para desequilibrar o confronto.

Aos 20 minutos, Uendel foi derrubado por Alemão na área. Oportunidade que o goleador Ricardo Jesus não desperdiçou para converter e desempatar o confronto. Aos 32 minutos, o centroavante recebeu lançamento de Renatinho e fez o seu segundo na partida, o nono na competição, abrindo mais vantagem na artilharia da Série B.

O Salgueiro, contudo, impôs pressão para buscar, pelo menos, o empate. A Ponte Preta até conseguia blindar bem a aárea de Júlio César, mas não contava com uma falha do goleiro. Aos 38, Josa cobrou lateral da esquerda e a bola bateu em Júlio César, passando entre suas pernas e configurando o gol contra.

O próprio goleiro injetou ânimo no adversário, que passou a fazer do campo de defesa ponte-pretano o seu espaço mais habitado. Trocando passes rápidos, o Salgueiro tentou, mas não conseguia achar espaço na retaguarda da Ponte por ter mais vontade do que organização. O inusitado gol não foi suficiente para garantir a conquista de um ponto em casa.

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo