Tamanho do texto

"Em minha modesta opinião e se baseando em fatos observáveis, NOS ROUBARAM O GOL DA VITÓRIA!", escreveu o presidente

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse nesta quinta-feira, em sua conta no Twitter, que a seleção de futebol de seu país foi roubada na noite desta quarta, na partida das semifinais da Copa América contra o Paraguai , e pediu ao presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), Nicolás Leoz, que cuide da competição.

"Em minha modesta opinião e se baseando em fatos observáveis, NOS ROUBARAM O GOL DA VITÓRIA! E espero que com isto não ofenda ninguém!!", disse Chávez através de sua conta @chavezcandanga.

A Venezuela empatou em 0 a 0 com o Paraguai no tempo normal e na prorrogação, mas perdeu na disputa de pênaltis, após uma partida intensa na qual foi anulado um gol do atacante Salomón Rondón.

Chávez, que está em Cuba para tratar de seu câncer, disse nesta quarta que estava vendo o jogo e parabenizou a seleção venezuelana, mesmo após a derrota . "Venezuela Grande!! Viva A Pátria!! Fomos os melhores! Viveremos e Venceremos!!", declarou. No entanto, o presidente amanheceu nesta quinta reiterando que a equipe venezuelana deveria ter vencido, já que, em sua opinião, o gol foi legal.

"Na verdade, Nossa Vinotinto Ganhou ontem à noite! Paraguai não ganhou esse jogo. Tanto Fidel (Castro) como eu vimos clarinho o Gol que nos tiraram!!", escreveu Chávez. O líder continuou fazendo sua reflexão, sempre através do Twitter, e citou o presidente da Conmebol, Nicolás Leoz. "Acho que devemos usar nossa voz, pois temos Autoridade diante da CONMEBOL. Saudações a nosso grande amigo Nicolás Leo.!", disse. "Amigo Leo, devemos cuidar da nossa Copa América! Tomara que possamos conversar sobre isto".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.