Tamanho do texto

Técnico veta passeios e compras, mas jogadores ainda tentam reverter decisão para ir a Ciudad Del Este

O potencial turístico de Foz do Iguaçu será ignorado pelo Coritiba. Não que os jogadores não quisessem conhecer as Cataratas ou dar uma esticada para fazer compras em Ciudad Del Este, no Paraguai. Acontece que com apenas 10 dias para realizar a pré-temporada, a comissão técnica decidiu que o elenco deve se dedicar integralmente à preparação física e técnica. “Viemos aqui única e estritamente para trabalhar”, decretou o técnico Marcelo Oliveira.

Neste período de pré-temporada na cidade do oeste paranaense, a única pausa dos jogadores ocorreu no sábado. Parte do elenco foi levada para um shopping da cidade, a fim de participar de uma ação de marketing. No evento, estiveram Tcheco, Marcos Aurélio, Jeci e Edson Bastos, que é nascido na cidade, assim como o atacante Anderson Aquino. Os jogadores participaram de uma sessão de autógrafos e em seguida voltaram para a concentração.

O clube está no hotel Bourbon, em Foz, e realiza treinamentos nas instalações de Itaipu Binacional. Nesta segunda-feira cedo, antes de iniciar os trabalhos, elenco e comissão técnica visitaram a usina hidrelétrica. Mas o que os jogadores querem mesmo é ganhar um tempo para fazer compras no Paraguai. “Quem sabe, bem conversadinho, o professor não deixa a gente ir lá em Ciudad Del Este?”, diz Anderson Aquino.

O Coritiba fica até sábado cedo em Foz, quando retorna para Curitiba. A estreia do clube no Campeonato Paranaense está marcada para domingo, em Ponta Grossa, contra o Operário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.