Tamanho do texto

Meia diz que empate dará um "gás extra" ao Vasco no jogo de volta contra o Avaí, dia 25, na Ressacada

Diego Souza não teve boa atuação no empate em 1 a 1 com o Avaí , nesta quarta-feira, em São Januário, no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil. Pelo contrário, foi cobrado quase os 90 minutos e o torcedor não entendeu quando Alecsandro e Eder Luis foram substituídos, e não o camisa 10, que perdera um gol feito logo com um minuto de bola rolando. O meia não parava de errar passes de curta distância e tabelas na intermediária do adversário.

Mas quis o destino que ele tivesse a estrela de cobrar, no canto direito, à meia altura, o pênalti do gol de empate aos 48 minutos do segundo tempo . Na saída do campo, Diego estava resignado. Em seu discurso, quis mostrar que ele e o Vasco estão vivos.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Diego Souza cobrou pênalti no fim da partida e empatou para o Vasco
Futura Press
Diego Souza cobrou pênalti no fim da partida e empatou para o Vasco
"Todos estão de parabéns. O espírito de luta da equipe merece elogios. Ninguém mais acreditava, mas nós fomos lá e reagimos, empatamos. No fim, deu tudo certo. O Vasco provou que tem um grupo para ser campeão", disse o meia vascaíno.

Otimista, o jogador avisa que o gol do empate servirá de motivação para a equipe ir confiante a Florianópolis conseguir a classificação.

"Pode apostar que agora ganhamos um gás extra para buscar esse resultado na casa deles".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.