Tamanho do texto

Time paulista vai mal, e Maurício Ramos faz gol que salva a derrota aos 30 minutos do 2º tempo

O Palmeiras só empatou com o América-MG , que luta para não cair, continuou sem vencer fora de casa e deixou o G4. Em Sete Lagoas, o time de Felipão mostrou um péssimo futebol, pouco assustou o rival e não conseguirá cumprir a meta de seu treinador, de somar 11 pontos a cada 15 disputados. O gol dos donos da casa foi marcado por Alessandro . Maurício Ramos empatou.

Agora, o América-MG vai a 6 pontos e continua na 18ª colocação. Já o Palmeiras fica na 5ª colocação, com 15 pontos, quatro atrás do líder Corinthians, que ainda tem um jogo a menos, e o mesmo número de São Paulo e Inter, que têm a mesma quantidade de pontos, mas estão melhores nos critérios de desempenho.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

O 1º tempo foi muito travado e quase não colocou os goleiros para trabalhar. Deola fez duas defesas em jogadas perigosas, e Flávio precisou trabalhar apenas duas vezes com chutes de fora da área. Os times insistiam nas jogadas pelo meio, pouco criavam e deixam seus treinadores revoltados à beira do campo.


Na etapa final, o jogo quase não melhorou, mas apresentou mais espaços para os times. Foi em uma dessas chances que Alessandro aproveitou passe de Kempes para abrir o placar. Lincoln e Wellington Paulista, pouco efetivos, não conseguiram fazer absolutamente nada, e foram substituídos. O gol saiu em um bate rebate na área, com Maurício Ramos desviando para o gol.

Na próxima rodada, o Palmeiras recebe o Santos no Pacaembu, no domingo, às 18h30. Já o América-MG joga em Sete Lagoas novamente, mas como visitante, contra o Atlético-MG , também no domingo, às 18h30.

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

null

O jogo
A primeira jogada que incomodou um dos goleiros foi acontecer aos 10 minutos, mas nem deu muito trabalho. Flávio encaixou chute de Cicinho de longe, sem dificuldades. No lance seguinte, foi a vez de Lincoln dar outro chute de longe, mas o meia acabou acertando a arquibancada. A primeira chance dos donos de casa aconteceu aos 14 minutos, em cobrança de falta de Amaral. O jogador bateu de um jeito que quase enganou o Deola, que deu um tapa para escanteio.

Aos 18 minutos, Marcos Rocha teve a melhor chance de gol até então. Ele pegou a bola de primeira, de fora da área e colocou à esquerda do goleiro palmeirense. Depois, aos 30, Amaral deu uma paulada de longe em uma falta e fez Deola trabalhar bem para fazer a defesa.

A melhor chance de gol do Palmeiras aconteceu aos 35 minutos, com Luan. Ele driblou um oponente e chutou forte, no canto esquerdo de Flávio, que fez boa defesa. Pouco antes, Cicinho fez jogada parecida, mas parou na marcação. E foi só. Os torcedores que acompanhavam ao jogo pouco se animaram. Os técnicos, em compensação, mostraram muita irritação.

Jogadores do Palmeiras comemoram o gol de Patrick no segundo tempo
Gazeta Press
Jogadores do Palmeiras comemoram o gol de Patrick no segundo tempo
Jogadores dos dois lados voltaram a campo relatando bronca nos vestiários e o clima esquentou rapidamente. Antes mesmo do apito, Thiago Heleno tomou cartão amarelo por reclamação e acabou como desfalque para o clássico de domingo, contra o Santos. Aos 2 minutos, Wellington Paulista sofreu uma cotovelada na cabeça, mas o adversário não foi punido.

Aos 10 minutos, Alessandro e Fábio Júnior ficaram cara a cara com Deola. A bola veio da direita, mas os atacantes acabaram se chutando na hora de finalizar. Ficou fácil para Thiago Heleno afastar o perigo. Logo depois desse lance, que Felipão chamou Patrik e Dinei. Lincoln e Wellington Paulista deixaram o campo.

Logo no seu 1º lance, Dinei quase abriu o placar. Cicinho cruzou e o atacante cabeceou para a ótima defesa de Flávio. O América-MG respondeu de forma mais incisiva. Alessandro recebeu passe de Kempes, que corria pela esquerda, e chutou sem chances para Deola.

O gol desestabilizou o time, que começou a procurar o gol de todas as formas, dando espaço para que o adversário aumentasse o placar. Em um bate rebate na área, Maurício Ramos conseguiu se esticar e acabou empatando aos 30 minutos.

Depois de conseguir a igualdade, o Palmeiras tentou a vitória, com boas jogadas de Maikon Leite, mas não conseguiu sair do empate.

FICHA TÉCNICA - AMÉRICA-MG 1 X 1 PALMEIRAS

Local : Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data : 07/06/2011, quinta-feira
Horário : 21h (de Brasília)
Árbitro : Pablo dos Santos Alves (ES / Asp. FIFA)
Assistentes : José R. Maciel Linhares (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES)
Cartões amarelos : Maurício Ramos, Thiago Heleno e Maikon Leite (PAL) Fabrício, Kempes e Marcos Rocha (AMG)
Público : 1.503 pagantes
Renda : R$ 25.310,00

GOLS:
AMÉRICA-MG
: Alessandro, aos 20 minutos do 2º tempo
PALMEIRAS : Maurício Ramos, aos 30 minutos do 2º tempo

AMÉRICA-MG: Flávio; Marcos Rocha, Anderson, Gabriel e Gilson; Leandro Ferreira, Amaral, Fabrício (Netinho) e Rodriguinho (Léo); Alessandro e Fábio Júnior (Kempes)
Técnico : Mauro Fernandes

PALMEIRAS : Deola; Cicinho (João Vítor), Thiago Heleno, Maurício Ramos e Chico; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Lincoln (Patrik); Maikon Leite e Luan; Wellington Paulista (Dinei)
Técnico : Luiz Felipe Scolari

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.