Tamanho do texto

Atacante recebeu proposta de cerca de 1,5 milhão de euros da Udinese, mas pensa em ser ídolo

Vinícius protagoniza um dos casos que são cada vez mais raros no Brasil. O atacante do Palmeiras , de 17 anos, disse não a uma proposta da Udinese , da Itália , porque ainda pretende ser ídolo do Palestra Itália, adiando o sonho de atuar no futebol europeu.

O curioso é que o clube não faz muito esforço para segurar o jogador. Procurando qualquer forma de economizar dinheiro e também de aumentar receitas, o time paulista estava disposto a ceder o jogador por cerca de 1,5 milhão de euros.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time

Em entrevista à “Rádio Espn/Estadão”, o jogador confirmou a proposta e seu sonho de estar na galeria de ídolos do Palmeiras.

“Recusei essa proposta porque eu tenho o sonho de jogar no Palmeiras e me tornar um ídolo aqui dentro. E agora que eu consegui chegar no profissional, vou assim tão fácil pra lá? Quando chegar na Europa, quero estar consolidado. Porque se eu for agora, quem é o Vinícius lá na Europa? Ninguém, eu vou ser só mais um. Aqui todo mundo me conhece, a torcida gosta de mim, eu estou em casa”, disse o jogador que poderia ser companheiro de Danilo na Itália.

Conheça o aplicativo Torcida Virtual e coloque seu time em 1º

Vinícius é palmeirense e tem 80% do seu direito federativo preso ao Palmeiras. Outros 20% estão divididos entre o DIS, braço esportivo do Grupo Sondas, e um empresário. O grupo, que também tem participação nos direitos de Gabriel Silva, Tinga e Luís Felipe, pretende aumentar a fatia atual.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.