Tamanho do texto

Diretor de futebol Wlademir Pescarmona informou que clube de Palestra Itália efetuou pagamento de 250 mil euros (cerca de R$ 600 mil)

O Palmeiras conseguiu diminuir a dívida com o meio-campista Lincoln. Nesta quinta-feira, o diretor de futebol Wlademir Pescarmona informou que o clube de Palestra Itália efetuou o pagamento da parcela de 250 mil euros (por volta de R$ 600 mil) ao atleta.

"Essa parte está liquidada, agora precisamos conversar para parcelar o resto. Vamos conversar com o Lincoln", disse o dirigente, em entrevista à Rádio Globo  antes do jogo contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

Porém, o Palmeiras ainda precisa resolver um débito de 1 milhão de euros (cerca de R$ 2,4 milhões) com Lincoln. A dívida é referente ao pagamento de metade da liberação junto ao Galatasaray, efetuada pelo próprio atleta.

"Queremos terminar com esse problema o quanto antes, vamos tentar pagar esse valor de 1 milhão de euros em oito ou dez meses", confirmou Wlademir Pescarmona. A parcela de 250 mil euros estava atrasada desde julho. Já o valor de 1 milhão de euros seria pago inicialmente nos dois últimos meses de 2010.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.