Tamanho do texto

Dirigente destacou que operação de guerra montada para combater violência de forma severa tem respaldo da população do Rio de Janeiro

Em meio a um grande conflito que a polícia trava contra traficantes que estão promovendo atos terroristas no Rio de Janeiro nos últimos dias, o presidente do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), Carlos Arthur Nuzman, afirmou que confia na política de segurança pública que está sendo implementada na cidade e será realizada na Olimpíada de 2016, cuja sede será a capital carioca. Ele ainda prometeu que o Rio abrigará a competição "em total clima de segurança".

Por meio de um comunicado publicado no site oficial do COB, o dirigente se pronunciou oficialmente depois de ver uma série de reportagens divulgadas na imprensa internacional, que lembrava que o Rio enfrenta uma grande onda de violência depois de ter vencido, no ano passado, a disputa para receber os Jogos de 2016.

"Reiteramos a plena confiança no projeto de pacificação no Rio de Janeiro, que vem sendo realizado sob a liderança e autoridade do governador Sérgio Cabral, através de um planejamento responsável e criterioso, visando benefícios para toda a população no curto, médio e longos prazos", afirmou Nuzman.

Em seguida, o dirigente destacou que a operação de guerra montada para combater a violência de forma severa tem "respaldo da sociedade civil e da população do Rio de Janeiro" e "representa mais uma clara demonstração de que a política de segurança pública do governo do Estado está no caminho certo".

Para ratificar a sua confiança em Jogos Olímpicos seguros em 2016, Nuzman lembrou que o projeto de segurança para o evento foi elaborado em parceria com os governos federal, estadual e municipal e aprovado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI)". "Dessa forma, podemos assegurar que os Jogos, em 2016, bem como os eventos-teste que serão realizados em 2015, transcorrerão em total clima de segurança", disse o presidente do COB no final do comunicado assinado por ele.

Na Suíça, o Comitê Olímpico Internacional expressou confiança de que a segurança dos Jogos estará assegurada em 2016 e lembrou que o Rio foi capaz de abrigar com sucesso outras competições de grande porte, como os Jogos Pan-Americanos de 2007. "Os regimes de segurança estão sob a responsabilidade dos governantes. No passado, o Rio e o Brasil mostraram que são capazes de sediar grandes eventos com segurança e temos plena confiança na capacidade das autoridades brasileiras para entregar Jogos seguros em 2016", afirmou o COI por meio de um comunicado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.