Tamanho do texto

Novidades da defesa são paulina para 2012, Edson Silva e Paulo Miranda afirmam ter perfil cobrado pelo treinador para a posição

Em 5 de novembro, João Filipe ignorou insistentes pedidos de Emerson Leão para conter as subidas ao ataque, arrancou para o setor ofensivo e pediu para ser substituído por estar cansado. Sem ele, o São Paulo acabou sofrendo a virada e perdendo por 4 a 3 para o Bahia , sentenciando a possível preferência do técnico pelo atleta. Cientes da obsessão do chefe por defensores rebatedores, os novos zagueiros avisam que sabem dar chutão.

Leia também: Leão festeja implantação de nova filosofia no retiro em Cotia

"Sou técnico, mas zagueiro precisa ser zagueiro. Se apertou, tem que dar bicão, sem brincadeira. É bola para o mato porque é jogo de campeonato. Ser sério o tempo todo para o time não tomar gol com falha na defesa", argumentou Edson Silva , com um discurso pronto para agradar o comandante.

"Zagueiro precisa ser zagueiro quando é necessário. Tem que ter vibração e impor respeito lá atrás. Deixar de brincadeira e jogar com vontade, raça, aguerrido o tempo todo até o final do jogo. Quando der, podemos dominar e tocar a bola. Mas, na hora que precisar, é bicão para deixar a responsabilidade lá na frente", completou o ex-jogador do Figueirense .

Leia também: Jádson vai à Ucrânia buscar liberação e espera resposta até quarta

Outra novidade para o miolo da defesa, Paulo Miranda também garante se encaixar no perfil cobrado por Leão na posição. "Meu estilo de jogo é de bastante raça, esse foi um dos motivos que fez com que o São Paulo se interessasse por mim. Creio que me encaixo perfeitamente", afirmou o zagueiro, que estava no Bahia, destacando, porém, que tem condições de lidar com a bola dominada: "Meus pontos fortes são o cabeceio, a marcação e um excelente passe."

Tudo isso, porém, é deixado de lado. Cientes de que fazem parte de um grupo de reforços incumbido de mexer com os brios do elenco, tido pela diretoria como acomodado e de rara reação, Paulo Miranda e, principalmente, Edson Silva prometem não se contentarem com a reserva.

Leia também: Edson Silva diz ter evitado "chute errado" ao trocar o Palmeiras pelo SP

"Quem pensa em estrutura, que a coisa está boa e se acomoda sem querer fazer parte dos 11, tem que pedir para ir embora. Isso é para qualquer jogador, não só os da minha posição. Precisamos aparecer para buscar espaço", ensinou Edson Silva, bem cotado para ocupar a vaga de João Filipe como titular ao lado de Rhodolfo .

"Jogar contra o São Paulo sempre dá um friozinho na barriga. Precisamos nos impor e mostrar aos adversários que queremos os títulos que o São Paulo sempre conquistou. Não estamos defendendo qualquer equipe, é o São Paulo. Precisamos de seriedade para que as coisas aconteçam normalmente", completou o atleta vindo do Figueirense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.