Tamanho do texto

Goleada histórica sofrida para o Cruzeiro pode alterar o planejamento iniciado pelo treinador e diretoria

O domingo começou com muita expectativa por parte dos atleticanos. Com o time de Cuca em alta diante de um Cruzeiro que vinha de apenas duas vitórias em 18 rodadas, o torcedor do Atlético-MG esperava um triunfo para rebaixar o rival no Campeonato Brasileiro. Mas o fim do dia foi pior do que qualquer alvinegro poderia imaginar. O time não só perdeu como foi humilhado pelo rival , sendo derrotado por 6 a 1. As consequências, no entanto, podem ser mais graves do que as gozações do vizinho, do companheiro de trabalho ou de um primo.

Veja também: Atlético-MG foi o 15º colocado, fora da Sul-Americana. Veja a classificação

Com presidente de pavio curto e com histórico de decisões tomadas diante de resultados ruins, o Atlético-MG pode ter um 2012 bem diferente do que planejava. Sem risco de rebaixamentos, a diretoria de Alexandre Kalil e o técnico Cuca já fizeram o planejamento para o ano que vem . No entanto, tudo pode mudar. Depois da partida o mandatário informou que não vai pagar o prêmio pela permanência na Série A, o que desagradou ao treinador.

Leia também: Alexandre Kalil se revolta com goleada sofrida pelo Atlético-MG

“Se ele acha que tem de tirar o bicho que estes rapazes tinham, não tenho parte nisso, ele é o presidente e sabe o que faz. Se acha que deve tirar o treinador , ele tem de fazer, pois é uma derrota acachapante e de repente uma mudança na comissão técnica ele pode achar que deve fazer”, disse o técnico.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com Cuca no comando, o Atlético-MG já tinha traçado a manutenção de pelo menos 16 jogadores do atual elenco, com o retorno do lateral-direito Marcos Rocha . Mas diante do cenário que se desenhou depois da última rodada, as mudanças podem ser maiores do que as planejadas. Para não repetir os erros dos anos anteriores, a diretoria atleticana tinha em mente fazer no máximo seis contratações.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

Depois de evitar o rebaixamento do Atlético-MG, a missão de Cuca vai ser conversar o presidente Alexandre Kalil a não mudar radicalmente o elenco depois da goleada sofrida diante do Cruzeiro . O treinador atleticano se mostra disposto e confiante para manter o trabalho na Cidade do Galo.

“Nossa comissão técnica vai continuar, fez bom trabalho, não podemos pegar tudo o que fizemos e jogar na lata do lixo. Tomamos uma lição que time precisa se reforçar e se montar em janeiro e é isso que vamos fazer, tem de montar time em janeiro e não em setembro”.

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.