Tamanho do texto

Os capitães dos 20 clubes da primeira divisão reivindicam a renovação dos contratos coletivos

Neste domingo, os jogadores da Primeira Divisão do Campeonato Italiano, ameaçaram iniciar uma greve que pode adiar a primeira rodada da temporada 2011/2011 da competição, marcada para os dias 27 e 28 de agosto. Os capitães dos 20 clubes reivindicam a renovação dos contratos coletivos.

Entre os jogadores, Francesco Totti (Roma), Alessandro del Piero (Juventus), Javier Zanetti (Inter) e Gennaro Gattuso (Milan) deixaram suas assinaturas na carta que solicita que os clubes cumpram o acordo realizado no ano passado, logo após duas greves terem sido convocadas.

"Por ocasião do início da temporada esportiva com a partida da Supercopa jogada ontem entre Milão e Inter, os jogadores da Série A querem levar ao conhecimento da opinião pública a desconcertante situação atualmente em curso para a renovação do convênio coletivo", diz a carta.

"Consideramos, portanto, que, sem a assinatura do acordo coletivo, não é possível começar um novo campeonato. Por este motivo, estamos convencidos de que a Liga Série A se manterá fiel aos compromissos assumidos, assinando o contrato, já firmado pela Associação de Jogadores em 30 de maio de 2011", continua.

O desentendimento entre atletas e dirigentes de clubes italianos teve início no meio da temporada passada, quando Sergio Campana, então presidente da Associação dos jogadores Italianos (IAC), afirmou que a validade do convênio coletivo havia sido expirada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.