Tamanho do texto

Meia levou dois pontos no local. Mas, apesar do machucado, avisa que nada justifica má atuação contra o ABC

Diego Souza vem jogando na base do sacrifício. O meia sofreu um corte no pé direito no clássico contra o Botafogo, na sua estreia, e desde então tem sofrido para entrar em campo. Naquela mesma semana, o camisa 10 do Vasco foi obrigado a levar dois pontos no local. Tanto que esteve ameaçado de não enfrentar o Fluminense, no último domingo, no Engenhão. Mas mostrou disposição pedindo para ser escalado. Na quarta-feira, repetiu a dose pela Copa do Brasil.

Diego Souza quer recuperar tempo em que ficou apagado no Atlético-MG
Site oficial
Diego Souza quer recuperar tempo em que ficou apagado no Atlético-MG
O jogador viajou para Natal, onde o time empatou em 0 a 0 com o ABC , mas saiu queixando-se do incômodo. O técnico Ricardo Gomes também destacou a contusão do meia. Disse que Diego estaria rendendo mais não fosse o corte. Só que o jogador não quer usar o machucado como desculpa. Depois de ficar quase um ano apagado no Atlético-MG, ele promete não medir esforços em campo.

“Só não jogo se não der mesmo. O local ainda incomoda um pouco por não permitir que fique cem por cento. Mas não é desculpa para nada. Não jogamos bem contra o ABC e acabamos saindo com o empate. Agora, temos de trabalhar e garantir a classificação no Rio”, advertiu Diego.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.