Tamanho do texto

Atacante pouco se lembra de derrotas em partidas entre rivais em Minas, Bahia e Rio Grande do Sul

O Vasco é notadamente um clube religioso, mas não é adepto da superstição. Se fosse, a vitória sobre o Fluminense , no domingo, já estava garantida. Quem afirma é Alecsandro , que fará sua estreia na rodada do fim de semana. Segundo o atacante, seu aproveitamento em clássicos beira à perfeição.

“Não me lembro de ter perdido clássicos. Se perdi, foi muito pouco”, brinca o novo reforço vascaíno.

Em 12 anos de carreira, Alecsandro sentiu na pele a rivalidade em três estados brasileiros. Pelas suas contas, foram poucas as vezes em que deixou o campo cabisbaixo. Revelado no Vitória, passou pela Bahia, depois Minas Gerais e, por fim, Rio Grande do Sul. Os números lhe são favoráveis, garante.

“Joguei Ba-Vi. Este eu me lembro que só perdi um. No Cruzeiro, não me lembro de ter perdido para o Atlético-MG. E no Gre-Nal ganhei uns dez clássicos. Devo ter perdido uma vez. Clássico é muito gostoso. Se pudesse, jogava todos os dias”, conta o atacante vascaíno.

O jogador está confirmado contra o Fluminense. Como Diego Souza está ameaçado , o novo reforço de São Januário pode começar jogando. A princípio, ele entraria no lugar de Bernardo no decorrer da partida . O Vasco entrará em campo com Fernando Prass, Allan, Dedé, Anderson Martins e Márcio Careca; Eduardo Costa, Rômulo, Felipe e Bernardo (Alecsandro); Diego Souza (Alecsandro) e Eder Luis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.