Tamanho do texto

Vitória de 1 a 0 no Serra Dourada deixa time carioca na 5ª posição do Campeonato Brasileiro

No esperado encontro do Vasco com o técnico Paulo César Gusmão , o time campeão da Copa do Brasil levou a melhor. Na noite deste domingo, no Serra Dourada, em Goiânia, a equipe de Ricardo Gomes derrotou o Atlético-GO por 1 a 0, gol de Felipe , pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro . Com o resultado, o Vasco sobe para quinta posição, enquanto o adversário, com sete, cai para o 12º lugar.

O jogo marcou também as pazes com a vitória fora de casa para a equipe carioca. Desde a estreia, contra o Ceará, o Vasco não sabia o que era vencer no campo inimigo. Quarta-feira, em São Januário, o time recebe o Cruzeiro , às 19h30. Já o Atlético-GO vai a São Paulo enfrentar o Palmeiras , na quinta.

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

O Vasco entrou em campo cheio de apetite. E logo no primeiro minuto Felipe fez 1 a 0. Depois de jogada de Fágner pela direita, o meia, na entrada da área, emendou de pé esquerdo no ângulo de Márcio. Antes de bola rolar, Felipe, em uma entrevista na beira do campo, disse que o Vasco melhorou após a saída de PC Gusmão.

null

PC era o treinador no começo da temporada, quando a equipe amargou seu prior começo de temporada na história do Campeonato Carioca. Demitido, sob a alegação de crise de relacionamento, deu lugar a Ricardo Gomes, que levou o time à final da Taça Rio e ao título da Copa do Brasil.

Retaliações à parte, o gol deu confiança ao Vasco. Como os donos da casa precisam recuperar o prejuízo, o time soube esperar o Atlético e sair nos contra-ataques. Mas levou um sufoco depois dos 15 minutos, já que o rubro-negro goiano se lançou ao ataque. E isso forçou o goleiro Fernando Prass a grandes defesas.

Felipe fez o gol da vitória no começo do jogo
Agência Estado
Felipe fez o gol da vitória no começo do jogo
A primeira, numa cabeçada de Marcão. A bola foi forte, no chão, à direita do camisa 1, que se esticou todo para evitar o gol de empate. Em outra jogada, Prass espalmou no mesmo canto uma falta cobrada por Bida. O Vasco sentiu a pressão. Até o fim da primeira etapa, o Atlético dominou as ações. E mais uma vez Fernando Prass impediu o empate, aos 39, ao se atirar nos pés de Thiago Feltri.

Na volta do intervalo, suspense. Nada de mistério por parte dos treinadores. E sim, no trio de arbitragem. Antônio Hora Filho, sentindo dores na panturrilha direita, mancou parte do primeiro tempo mas conseguiu retornar. Atrasou o começo da segunda etapa, mas voltou, depois de fazer alongamento e tomar anti-inflamatório no vestiário.

O panorama foi o mesmo entre as duas equipes. O Atlético foi para cima do Vasco, que se defendia e não conseguia chegar ao ataque. Até os 18 minutos, Fernando Prass não praticou uma defesa. Mas lá estava ele saltando para evitar, em grande estilo, uma bola de Bida. No vasco, somente Alecsandro ficava na frente, o restante do time marcada atrás da linha da bola.

De cabeça, Agenor carimbou de travessão de Prass, que apenas torceu. Mas antes do apito final, o goleiro vascaíno teve outra importante participação ao defender um chute de Elvis. No fim, 1 a 0.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 0 X 1 VASCO

Local:
Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data : 26 de junho de 2011
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro : Antonio Hora Filho (SE)
Auxiliares : Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Ivaney Alves de Lima (SE)

GOL:
Vasco: Felipe, a um minuto do primeiro tempo

CARTÕES AMARELOS : Marcão (ATL)

ATLÉTICO-GO : Márcio; Adriano (Rafael Cruz), Gílson, Anderson e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Bida e Vítor Júnior; Marcão (Juninho)  e Anselmo
Técnico : Paulo César Gusmão

VASCO: Fernando Prass, Fágner, Dedé, Anderson Martins e Márcio Careca; Rômulo, Eduardo Costa, Felipe e Diego Souza (Bernardo); Alecsandro (Elton) e Eder Luis
Técnico: Ricardo Gomes

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.