Tamanho do texto

Atacante consultou Leandro Damião sobre estilo de jogo dos peruanos, mas acredita que necessidade de vitória os fará atacar

Necessidade da vitória fará peruanos atacarem, diz Neymar
Gazeta Press
Necessidade da vitória fará peruanos atacarem, diz Neymar
Com duas derrotas em dois jogos na atual edição da Copa Libertadores da América , o Juan Aurich deve ser mais ofensivo contra o Santos , em duelo marcado para esta quinta-feira, a partir das 19h45 (horário de Brasília), no Estádio Elías Aguirre. Pelo menos é essa a expectativa do principal astro santista, o atacante Neymar , para o terceiro compromisso de seu time na competição.

Leia também: "Conan, o Bárbaro" do Juan Aurich avisa que vai dar "patadas" em Neymar

O camisa 11, que a exemplo do goleiro Rafael , procurou se informar com o centroavante do Internacional , Leandro Damião , sobre o adversário desta quinta, crê que a postura excessivamente defensiva dos peruanos em seus dois confrontos fora de casa - derrotas para o Inter e The Strongest (Bolívia) - deve dar lugar a uma equipe mais atrevida, jogando em seus domínios.

"Falei com o Damião sobre o Juan Aurich. Ele me contou que eles (peruanos) mais se defenderam do que atacaram contra o Inter . É um time bem retranqueiro. Eles jogaram com os 11 atrás da linha da bola. Só que agora eles precisam e muito da vitória. Acredito que pelo fato de jogarem dentro de casa, eles vão tentar partir para cima da gente", analisou.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Para Neymar , o Juan Aurich joga praticamente a sua "última cartada" em busca da classificação à segunda fase do torneio. Por isso, os peruanos devem tentar tirar proveito do fato de conhecerem melhor o piso onde a partida será realizada - o Estádio Elías Aguirre possui campo de grama sintética - e da pressão de sua torcida, que deve comparecer em bom número para assistir ao jogo.

"Eu já joguei em campo assim (de gramado artificial) e sei que é diferente. Esse é um ponto a favor deles, que nós vamos ter de superar. Eles conhecem melhor o campo do que o nosso time e com a torcida a favor deles, vão procurar fazer um ‘caldeirão’. Sabemos que eles vão fazer o máximo para vencer o Santos , mas estamos preparados para tudo. Estamos confiantes na vitória", concluiu o atacante.

Confira ainda: Para Ganso, campo sintético é melhor que grama natural

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.