Tamanho do texto

A Fifa revisou seus atuais procedimentos e aplicará uma nova abordagem para melhorar a eficiência do teste

selo

AE
O atacante Neymar, do Santos, será uma das estrelas do Mundial de Clubes da Fifa
A Fifa anunciou nesta quinta-feira que Neymar e Lionel Messi serão incluídos em um novo método antidoping a ser avaliado no Mundial de Clubes, no Japão. O estudo-piloto servirá para testar a eficiência do passaporte biológico no futebol.

"Recentemente, a Fifa revisou seus atuais procedimentos de testes antidoping e apresentou uma nova abordagem. O objetivo deste novo método será capturar o perfil individual de esteroides de cada jogador", anunciou a entidade máxima do futebol, após o sorteio que definiu a tabela do Mundial.

Leia mais: Santos pode pegar time mexicano na semi do Mundial

Pelas novas regras, Neymar , Messi e os demais jogadores dos sete times que disputarão o Mundial serão incluídos no grupo de testes pré-competição da Fifa. Assim, os clubes terão que fornecer detalhes sobre suas atividades, como jogos e treinos, durante o período entre 14 de novembro e 8 de dezembro, data da abertura do Mundial.

Veja também: Santos define logística e fará treino em Frankfurt

As amostrar recolhidas antes das competições serão comparadas aos testes realizados durante o torneio no Japão. "A Fifa examinará todos os jogadores de todos os clubes para poder comparar os perfis de esteroides com as amostras que serão coletadas durante o Mundial", explicou a entidade, que manterá o procedimento de recolher amostras de apenas dois jogadores de cada time ao fim das partidas.

Além do Santos e do Barcelona , disputarão o Mundial o Esperance Sportive De Tunis, da Tunísia, o Al-Sadd, do Catar, o Monterrey, do México, o Auckland City, da Nova Zelândia, e o campeão nacional japonês, que ainda não foi definido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.