Tamanho do texto

Treinador brasileiro do Kashiwa acredita que os dois jogos assistidos por Muricy dão vantagem

AP
Kayashi fez o gol de pênalti que decretou a classificação do Kashima
Após a classificação do Kashiwa Reysol, do Japão, contra o Monterrey, do México, por 4 a 3 nos pênaltis, o técnico da equipe japonesa, Nelsinho Batista, já está preocupado com o jogo diante do Santos , válido pela semifinal do Mundial de Clubes da Fifa , no Japão. Nelsinho acredita que Muricy Ramalho está em vantagem no duelo, pois assistiu aos dois jogos do time japonês em Toyota.

Leia mais: Kashiwa Reysol bate Monterrey e será rival do Santos

“Realmente é uma vantagem (ver os dois jogos do Kashiwa no Mundial). O Muricy teve a oportunidade de assistir ao vivo e tirar suas conclusões. Vamos fazer um trabalho e confiamos nos nossos atletas”, afirmou Nelsinho.

Confira ainda: Santos faz treino com hóspedes e carpete vira gramado

O técnico do Kashiwa não teve tempo de pensar no Santos nesta semana, pois enfrentou duas partidas pelo Mundial – contra o Auckland City, da Nova Zelândia, e Monterrey, do México. No entanto, Nelsinho já preparou um vídeo com imagens da equipe santista para mostrar aos atletas.

E mais: Barcelona chega ao Japão para o Mundial de Clubes

O treinador disse que os atletas japoneses não acompanham o futebol brasileiro, já que assistem mais os campeonatos europeus.

“Eu venho por etapas, partidas, e agora é o Santos . Logicamente vamos se preparar. Temos imagens trabalhadas para passar para o grupo de jogadores. O futebol brasileiro no Japão não é tão visto. Então vamos procurar passar essas imagens”, disse Nelsinho.

Enquanto Nelsinho ainda analisará o Santos , Muricy foi ao estádio ver os dois jogos do Kashiwa. O treinador não quis falar com a imprensa sobre o duelo deste domingo, e apenas elogiou a velocidade dos japoneses após a vitória contra o Auckland City na última quinta-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.